Jennifer Maia destaca evolução após enfrentar Shevchenko e projeta duas vitórias para voltar a disputar título | SUPER LUTAS

Jennifer Maia destaca evolução após enfrentar Shevchenko e projeta duas vitórias para voltar a disputar título

Adversária de Jessica Eye no UFC 264, brasileira fala com exclusividade ao SUPER LUTAS sobre expectativa para o confronto e é otimista sobre o futuro nos moscas

J. Maia (foto) retorna ao octógono após disputar cinturão contra V. Shevchenko. Foto: Reprodução/Instagram

Depois de realizar o sonho de disputar um cinturão no Ultimate, Jennifer Maia está de volta ao octógono. Ex-desafiante ao título dos moscas (até 56,7kg.), a brasileira enfrentará Jessica Eye neste sábado (10), pelo UFC 264. Antes do confronto, a brasileira falou com exclusividade ao SUPER LUTAS, destacando sua evolução após enfrentar Valentina Shevchenko, analisando o duelo no fim de semana e mostrando otimismo sobre seu futuro na empresa.

Veja Também

Em sua última luta, Maia foi escalada para enfrentar a temida Shevchenko na disputa do título da categoria até 56,7kg. Embora tenha sido derrotada por pontos, a brasileira teve bons momentos e chegou a assustar a campeã. Agora, a paranaense retorna ao octógono para tentar reaver a condição de desafiante.

Momento pós-Valentina

Destaque brasileiro na categoria liderada por Valentina, Maia deixou sua luta no UFC 255 com moral elevada. Mesmo batida pela campeã, a atleta conseguiu surpreender a quirguistanesa, levando a rival ao chão. Quase oito meses depois, a paranaense destaca o que mudou em sua vida depois de trocar forças contra a líder do grupo.

“Acredito que ganhei muita experiência e confiança com essa luta. Fazer uma luta de cinco rounds frente a uma das maiores atletas da história do UFC, acredito que saí de lá grande. Fiz uma luta de igual para igual. Tenho confiança para as futuras lutas e sei que posso soltar tudo de mim, que não tem erro. Dando tudo de mim, a vitória será consequência”, afirmou.

Tristeza após derrota? Nada disso

Na história como uma das atletas que levaram mais perigo à Valentina no peso mosca, Jennifer revelou os bastidores dos momentos que sucederam o revés no UFC 255. Segundo a brasileira, não houve espaço para tristeza e, sim, para aprendizado e respeito com a campeã.

“A sensação era de alegria e que tinha chegado meu momento. Eu estava preparada. Não saí vitoriosa, mas por méritos da campeã. Eu estava muito feliz. É a realização de um sonho disputar um título do UFC. Ainda não consegui conquistar, mas a gente viu que estamos no caminho certo para conquistar”, contou Jennifer.

Ponto fraco de Valentina

Famosa por sua versatilidade, Maia chegou a assustar Shevchenko em alguns momentos do embate em 21 de novembro de 2020. A brasileira, então, confirmou que pode ter revelado pontos fracos para uma eventual derrota da quirguistanesa, que nunca perdeu na categoria.

“No decorrer da luta, aconteceram momentos em que eu consegui anular um pouco ela. Muitas pessoas falam que eu mostrei o ponto, só é difícil chegar, porque ela é uma atleta muito dura. Acredito que em uma próxima luta, por já ter lutado contra ela, eu posso mudar o resultado”, declarou a paranaense.

Passo a passo para a revanche

Adversária de Jessica Eye, que também já disputou o título da divisão, Jennifer enxerga o compromisso um grande passo na trajetória rumo ao cinturão. A brasileira, porém, adota postura cautelosa e evita cravar uma nova chance, mesmo em caso de uma ótima performance.

“Eu acredito que uma boa vitória e, talvez, mais uma boa vitória, eu posso ter uma nova chance. Penso uma luta de cada vez”, revelou.

Respeito à Jessica Eye

Diante de uma ex-desafiante ao cinturão, Jennifer não quer saber de desrespeitar a adversária antes do confronto. Mostrando conhecer bem a rival, a brasileira analisou o ‘casamento de estilos’ para o duelo.

“A Jessica é uma atleta muito completa, dura. Vai para cima o tempo todo. Acredito que a gente pode usar alguma brecha para conseguir surpreender. Acho que vai ser uma luta muito boa. Gosto da parte de trocação também”, disse.

Desfecho dos sonhos

Conhecida tanto pelo jiu-jitsu quanto pela força nos punhos, Maia ainda não teve a oportunidade de nocautear com as luvas do Ultimate. Buscando encerrar o jejum, a paranaense, então, escolhe a via rápida como vitória dos sonhos.

“Ainda não tive a oportunidade nocautear no UFC. Nocautear em um evento grande como esse seria um sonho”, encerrou.

Histórico dos atletas

Aos 32 anos, Jennifer Maia se encaminha para sua 27ª luta como profissional no MMA. Hoje, a brasileira soma 18 vitórias, sete derrotas e um empate. A paranaense, atualmente, ocupa a quarta posição no grupo.

Número sete no ranking, Jessica Eye faz sua 26ª apresentação no esporte. A norte-americana tem 15 triunfos, nove reveses e um ‘no contest’.

A queda do ‘Império Pitbull’ no Bellator e a prévia para o UFC 265

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments