Após caso de violência contra ex-mulher, DJ é desafiado por Cris Cyborg para luta de MMA | SUPER LUTAS

Após caso de violência contra ex-mulher, DJ é desafiado por Cris Cyborg para luta de MMA

Campeã do Bellator se indigna e chama DJ Ivis de ‘valentão’, além de desafiá-lo por um combate; cantor teria agredido sua mulher com chutes e socos

C. Cyborg desafia DJ Ivis por uma luta no MMA. Foto: Reprodução/Twitter

Considerada como uma das melhores lutadoras da história, Cris Cyborg se mostrou indignada e chamou O DJ Ivis para um combate de MMA. Em um vídeo divulgado nas redes sociais, a campeã dos penas (até 65,7kg.) do Bellator desafiou o músico, flagrado por agressão à sua ex-mulher, Pamella Holanda.

Veja Também

“Não sei quem ele é, não sei que música ele canta, mas eu vi o vídeo dele agredindo a esposa dele em frente à filha. Eu vi várias pessoas ao redor vendo e não fazendo nada para defender a mulher. E isso me traz indignação. Se você tem capacidade de tocar em sua mulher, ponha a luva e faz isso que você fez nela em mim. Vamos ver se você consegue. É um absurdo, gente. Um absurdo. Parem de seguir esse cara. Não é exemplo para você, seus filhos, sua mulher e sua família”, disse Cyborg.

Logo em seguida, inclusive, Cris publicou um banner do que seria um ‘convite ao valentão’ para um duelo em sua organização Cyborg Nation, no dia 29 de julho. Repleta de ironia, a lutadora o desafiou para ‘mostrar suas habilidades contra mulheres’ e destacou que o músico teria cinco rounds.

“Cyborg x DJ Ivis. Estamos apenas esperando o valentão assinar o contrato. Entre para a nação que não aceita violência contra mulher”, escreveu a lutadora.

ENTENDA O CASO

Conhecido nas redes sociais pelos hits ‘Esquema Preferido’ e ‘Não Pode se Apaixonar’, DJ Ivis teve um inquérito aberto pela Polícia Civil por cenas em que teria agredido sua ex-mulher, Pamella Holanda, com chutes e socos ao lado de sua filha, de apenas nove meses.

Embora as imagens tenham viralizado apenas no último domingo (11), investiga-se que as agressões teriam acontecido no início do mês de julho. Na ocasião, ele foi chamado à Delegacia, quando prestou depoimento e foi liberado. Em seguida, o músico recebeu uma ‘medida protetiva’ e, agora, não pode entrar em contato com Pamela e sua filha, Mel.

Confira a publicação

Escute o Podcast SUPER LUTAS #22 com a partipação do árbitro Flávio Almendra

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments