TJ Dillashaw descreve sensações de atuar após dois anos de suspensão | SUPER LUTAS

TJ Dillashaw descreve sensações de atuar após dois anos de suspensão

Em seu retorno após cumprir pena por uso de substância ilegal, o ex-campeão admitiu ter sentido a pressão de sua volta e declarou que ainda pode lutar melhor

TJ Dillashaw retornou ao octógono após dois anos afastado Foto: Instagram

Ficar dois anos afastado do octógono trouxe consequências naturais no combate de retorno de TJ Dillashaw. O ex-campeão dos galos (até 61,2kg) admitiu ter ficado bastante nervoso antes do confronto contra Cory Sandhagen e foi exigente consigo mesmo ao admitir que pode lutar melhor do que no último sábado (24).

Veja Também

“Parecia normal, mas eu estava mais nervoso. Eu tentei esconder e dizer algo como: ‘Eu gosto de uma tensão, me faz bem’, mas eu realmente estava nervoso. Eu me esforço bastante para não transparecer”, declarou Dillashaw.

Mesmo admitindo o nervosismo, TJ foi exigente consigo mesmo ao declarar que poderia ter atuado melhor no combate contra Sandhagen.

“Eu poderia ter feito mais. Estou feliz com o desempenho e a vitória. Mas posso fazer muito mais do que isso. (…), nada que ele fez me surpreendeu. Eu sabia de sua qualidade. Sabia que ele seria esguio e difícil de acertar”, finalizou o ex-campeão.

Aos 35 anos de idade, TJ retornou após dois anos de suspensão por doping. Em janeiro de 2019, o ex-líder da divisão até 61,2kg admitiu ter usado a substância ilegal ‘eritropoietina’ para auxiliar no processo de perda de peso para o duelo contra Henry Cejudo. O norte-americano agora possui o histórico de 17 triunfos e quatro reveses.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments