Jon Jones massacra Chael Sonnen no UFC 159 e defende cinturão dos meio-pesados

Campeão fraturou o pé na luta, mas conseguiu vencer a disputa por nocaute

J. Jones (esq.) defende cinturão dos meio-pesados contra C. Sonnen (dir.). Foto: Josh Hedges

J. Jones (esq.) defendeu cinturão dos meio-pesados contra C. Sonnen (dir.). Foto: Josh Hedges

Não deu para Chael Sonnen mais uma vez.  O polêmico norte-americano entrou no octógono com muita marra, vestindo um tradicional roupão de pugilistas, mas acabou totalmente dominado pelo campeão Jon Jones, que espantou a zebra e nocauteou  falastrão na luta principal do UFC 159, evento que aconteceu na noite deste sábado (27), em Newark, nos Estados Unidos. Com o resultado, Jones defendeu com sucesso o cinturão dos meio-pesados da organização.

Jones bate Sonnen e quebra dedo do pé

Diferente do que fez em suas últimas lutas, quando teve um início cauteloso, Jon Jones foi com tudo pra cima de Chael Sonnen. Por sua vez, o polêmico lutador não se intimidou e trocou golpes no clinch com o campeão.

LEIARoy Nelson nocauteia Kongo e Pezão perde para Davis

Porém, Jones mostrou porque é o campeão da categoria. Surpreendo as expectativas, ele atacou as pernas e levou Chael ao chão. No solo, ele começou a desferir vários golpes contra Sonnen até que o árbitro encerrou a disputa.

Apesar da rápida vitória, Jones ainda passou por um susto. Assim que terminou a luta e recebeu o cinturão das mãos de Dana White, presidente do UFC, Jones percebeu que havia fraturado o dedo do pé na disputa. O membro foi recolocado no lugar pelos médicos ainda no octógono, mas caso o combate tivesse prosseguimento, o campeão provavelmente seria forçado a abandonar a disputa por lesão.

“Acho que tinha um buraco na lona. Eu ia para a Jamaica, mas acho que não vou conseguir depois disso. Nós passamos por muito drama e isso me motivou demais. Eu queria mesmo ser mais Chael Sonnen que o Chael Sonnen, e consegui fazer isso. Meus técnicos disseram ‘dane-se a falação’. Ele queria ser mais wrestler que eu, e eu fui mais wrestler que ele. Fui mais Chael Sonnen que o Chael Sonnen”, disse o campeão, não escondendo que sentia muita dor.

Com o resultado, Jon Jones alcançou um recorde histórico no UFC. Ele igualou a marca de cinco defesas de cinturão dos meio-pesados de Tito Ortiz, a maior da organização até então.

Confira abaixo os resultados completos do UFC 159:

Card Principal

Jon Jones derrotou Chael Sonnen por nocaute técnico no R1;

Michael Bisping derrotou Alan Belcher na decisão unânime dos juízes;

Roy Nelson derrotou Cheick Kongo por nocaute no R1;

Phil Davis derrotou Vinny Pezão na decisão unânime dos juízes;

Pat Healy finalizou Jim Miller com um mata-leão no R3;

Card Preliminar

Ovince St. Preux derrotou Gian Villante na decisão majoritária dos juízes;

Rustam Khabilov derrotou Yancy Medeiros por nocaute técnico (contusão) no R1;

Sara McMann derrotou Sheila Gaff por nocaute técnico no R1;

Bryan Caraway finalizou Johnny Bedford com uma guilhotina no R3;

Cody McKenzie derrotou Leonard Garcia na decisão unânime dos juízes;

Steven Siler derrotou Kurt Holobaugh na decisão unânime dos juízes;

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments