Treinador afirma que Jon Jones não tem interesse em enfrentar Stipe Miocic e quer lutar pelo cinturão | SUPER LUTAS

Treinador afirma que Jon Jones não tem interesse em enfrentar Stipe Miocic e quer lutar pelo cinturão

Mike Winklejohn afirmou também que Ngannou e Gane são adversários perigosos, mas 'derrotáveis' para o ex-campeão meio-pesado

J. Jones após vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Facebook UFC

A novela envolvendo o retorno de Jon Jones ao octógono ainda não teve fim, mas vem ganhando novos capítulos. Na última semana, o presidente do UFC Dana White revelou que ofereceu a Jon Jones uma luta contra Stipe Miocic na divisão dos pesados. A oferta, no entanto, não deve ser aceita.

Veja Também

Nesta segunda-feira (09), em entrevista ao programa Submission Radio, o treinador de Jones, Mike Winklejohn afirmou que até onde sabe, não foi feita nenhuma oferta oficial, mas que também não seria algo em que o ex-campeão dos meio-pesados estaria interessado no momento.

“Olhando de fora, acho que não empolgaria Jon. Eu acho que Jon quer a luta grande, o desafio grande, e neste momento Stipe não representa isso. Stipe é incrível, não me entenda errado, mas Jon quer o maior desafio disponível. É assim que Jon Jones pensa. Pensando como ele, não faz sentido. Faz sentido ir atrás do título, porque, honestamente, Jon é o melhor peso por peso de todos os tempos, então porque ele aceitaria apenas uma luta normal? A não ser que ele sentisse uma necessidade de se acostumar com o físico novo, mas não é o caso. Jon já está acostumado ao novo tamanho, então não há necessidade de uma luta preparatória. Ele está pronto para ir e quer o desafio”, explicou Winklejohn.

Mike Winklejohn afirmou ainda que consegue imaginar Jon Jones furando a fila do campeão interino Ciryl Gané e desafiando Francis Ngannou pelo título interino.

“Eu acredito que Jon possa furar a fila. É claro que eu não falo por ele, nem pelo seu empresário, mas pra mim faz sentido. Estamos treinando o tempo inteiro para enfrentar Francis (Ngannou)”, afirmou o treinador.

No entanto, parece provável que o UFC realize a unificação dos cinturões dos pesados entre Gane e Ngannou antes de pensar em incluir Jon Jones na conversa. Sendo esse o caso, Winklejohn acredita que o ex-campeão meio-pesado pode derrotar qualquer um dos dois.

“O poder insano é sempre assustador, congela muita gente. É isso que Francis tem. Ele é um cara explosivo e assustador. Gane bate pesado também, mas tem muito mais ferramentas afinadas. São adversários completamente diferentes. Os dois são assustadores às suas maneiras, mas os dois também são ‘derrotáveis'”, finalizou o treinador.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments