Semifinalista, Raush Manfio revela plano para finalizar Clay Collard no GP dos leves da PFL | SUPER LUTAS

Semifinalista, Raush Manfio revela plano para finalizar Clay Collard no GP dos leves da PFL

Brasileiro, que enfrenta norte-americano nesta sexta-feira (13), quer 'cansar' seu adversário e finalizar pela primeira vez na carreira

R. Manfio enfrenta C. Collard nas semifinais da PFL. Foto: Reprodução/Instagram

O grande sonho de ser finalista do Grand Prix dos leves (até 70,3kg.) da PFL e se aproximar da sonhada premiação de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,2 milhões) ao vencedor está mexendo com os ânimos de Raush Manfio. Em entrevista ao site norte-americano ‘MMA Junkie’, o brasileiro revela que deseja ‘cansar e finalizar’ Clay Collard, em luta que acontece nesta sexta-feira (13).

Veja Também

“Ele é um excelente boxeador. Eu não acho que ele bate muito forte, mas ele é um lutador de volume. Se ele não derrubar você com um soco, ele pode derrubar você com dois, então não posso ficar parado. Eu vejo muitas aberturas para chutes nas pernas, e ele não parece ser muito forte fisicamente. Se eu for mais forte e mais atlético, a natureza dita que posso cansá-lo”, disse Manfio.

Para conseguir chegar às semifinais, Raush precisou passar pelo compatriota Joilton Pelegrino e Anthony Pettis, ambos na decisão dividida dos juízes. Agora, no entanto, ele revela que deseja finalizar pela primeira vez na carreira e vê com bons olhos o duelo diante de Collard.

“Também gosto desse confronto porque posso colocar meu wrestling em prática. Eu posso derrubá-lo e procurar por finalizações. Com outros oponentes, os benefícios não valiam o risco de ir para o chão. Estou ansioso pela minha primeira vitória por finalização, e se ele continuar no boxe, meu muay-thai é afiado o suficiente para acompanhá-lo. Vamos ver como vai se desenrolar. (…) Tenho um ótimo jogo de queda. Posso derrubá-lo e finalizar no ground and pound”, concluiu o brasileiro.

Conhecido como ‘Cavalo de Guerra’, Raush Manfio foi destaque no Titan FC e chegou à PFL em busca do prêmio milionário. Profissional desde 2011, ele conta com um cartel de 13 vitórias e três derrotas na carreira.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments