Em busca de recuperação no UFC, Cody Stamann faz lobby por luta contra Sean O'Malley | SUPER LUTAS

Em busca de recuperação no UFC, Cody Stamann faz lobby por luta contra Sean O’Malley

Norte-americano diz que já enfrentou lutadores mais duros e afirma que a ‘fama’ de promessa do Ultimate não condiz com sua qualidade

C. Stamann (esq.) quer luta contra S. O’Malley. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Pressionado por duas derrotas seguidas no UFC, Cody Stamann ‘mirou alto’ para sua próxima luta na organização. O norte-americano afirma que quer enfrentar Sean O’Malley e acredita que o ‘Sugar’ não tem jogo para competir no topo da divisão dos galos (até 61,2kg.).

Veja Também

“O ‘hype’ em torno dele não é real. Eu luto com um cara como o Sean O’Malley, afinal, já lutei com o campeão (Aljamain Sterling) e contra os caras que ninguém quer lutar no MMA, os caras que estão ‘matando gente’. Então, uma luta contra o Sean O’Malley não me assusta da mesma forma que lutar contra o Urijah (Faber) ou qualquer um dos caras que eu citei. Acho que Sean O’Malley seria um dos piores caras que lutei na minha carreira no UFC”, disse Stamann, em entrevista ao ‘MMA Junkie’.

Além disso, Stamann respondeu a uma declaração de O’Malley, que disse não se importar em lutar contra atletas não-ranqueados na categoria dos galos. O norte-americano, agora, revela que respeitou a declaração do ‘Sugar’.

“Ele disse abertamente que não queria lutar contra ninguém do top-15. Ele estava tipo: ‘Eu sou pago da mesma forma. Por que eu iria querer enfrentar alguém mais difícil?’ e, honestamente, quando ele disse isso, eu realmente tive mais respeito por ele porque ele estava dançando em torno dessa questão o tempo todo. Aos olhos de um atleta – talvez não aos olhos de um fã casual de MMA comum, não é realmente sobre o quão bem você joga contra um cara que está classificado no centésimo lugar do mundo. É sobre o seu desempenho contra os lutadores que estão entre os 10 primeiros”, concluiu o norte-americano.

Apontado como um dos possíveis postulantes ao cinturão no passado, Stamann se encontra em uma posição de afirmação no Ultimate. Ele perdeu para Jimmie Rivera e Merab Dvalishvili na decisão unânime dos juízes e precisa vencer na próxima rodada, caso queira seguir na organização. Aos 31 anos, o atleta tem um retrospecto de 19 triunfos, quatro reveses e um empate.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments