Giga Chikadze desafia Max Holloway e se coloca à disposição para ser reserva de 'Volkanovski x Ortega' | SUPER LUTAS

Giga Chikadze desafia Max Holloway e se coloca à disposição para ser reserva de ‘Volkanovski x Ortega’

Georgiano, que nocauteou Edson Barboza no terceiro round, projeta futuro na divisão dos penas (até 65,7kg.)

G. Chikadze em coletiva pós-evento. Foto: Reprodução/YouTube

A vitória sobre Edson Barboza no UFC Vegas 35 deste sábado (28) animou Giga Chikadze em sua caminhada rumo ao título dos penas (até 65,7kg.) do Ultimate. E, em entrevista pós-evento, o georgiano desafiou Max Holloway e ainda está com os olhos voltados para o combate entre Alexander Volkanovski e Brian Ortega pelo título da divisão.

Veja Também

“Se eles me chamarem por uma luta pelo título, eu estarei pronto. Estou aqui para lutar as melhores lutas e os maiores nomes. Adoraria cobrir a disputa pelo título e ser um lutador substituto. Se não, alguém havaiano que está na divisão. Ele sabe meu nome. Eu já estava querendo uma luta contra o Max (Holloway) antes. Eu já havia feito isso antes. Chegou a ‘Hora do Giga’. Conor (McGregor) está acabado, Khabib (Nurmagomedov) e GSP (Georges St-Pierre) estão aposentados. Chegou a minha hora”, afirmou Chikadze.

Além disso, Giga fez questão de cutucar o havaiano. Segundo ele, sua atuação contra Edson Barboza foi o suficiente para se provar como o melhor striking da categoria e desvalorizou o poder de boxe de Holloway.

“Eu devo lutar contra algum dos cinco primeiros e quero um combate que valha como uma ‘ponte’ para uma disputa de cinturão. Max estava se intitulando como o melhor lutador de boxe, mas acabei de vencer, por muitos, o melhor striking da divisão (Edson Barboza). Então, levando em consideração que boxe faz parte do striking, o que posso dizer?”, concluiu o georgiano.

Profissional desde 2015, Giga Chikadze é ex-campeão mundial de karatê e kickboxing, mas também tem sido vitorioso em sua trajetória nas artes marciais. O atleta, que deve se aproximar do top-5 dos penas, tem um retrospecto de 14 triunfos e dois reveses na carreira.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments