Georges St-Pierre rasga elogios a Anderson Silva no boxe e se diz inspirado pelo brasileiro

Lenda dos meio-médios no MMA se impressiona com teste de ‘Spider’ em junho e comemora redenção do paulista

G. St-Pierre (foto) comemora bom momento de A. Silva no boxe. Foto: Reprodução/Instagram

A redenção de Anderson Silva no boxe agradou outra lenda do UFC. Impressionado com a última apresentação de ‘Spider’, na ‘nobre arte’, em junho, Georges St-Pierre não escondeu sua admiração e rasgou elogios ao brasileiro, que superou Julio César Chávez Jr., no embate.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Foi uma das melhores performances da vida dele (Anderson), diria até que está entre as melhores atuações entre as que fez no MMA. Para mim, a maneira que ele derrotou César Chávez foi incrível. Eu achava que César Chávez iria dominá-lo, por conta da experiência no boxe. Ele surpreendeu a todos. Foi inspirador ele atuando daquela maneira”, disse Georges, em entrevista ao ‘The MMA Hour’.

Considerado um dos melhores lutadores de MMA de todos os tempos, St-Pierre afirmou que a vitória de Silva no boxe serviu para apagar seu retrospecto recente negativo no MMA. Ex-campeão dos médios (até 83,9kg.) na empresa, o brasileiro encerrou sua participação no Ultimate com dois resultados positivos nas últimas 10 apresentações.

PUBLICIDADE:

“Grande reta final (na carreira) para Anderson Silva, no momento. Espero que, se ele siga com este tipo de lutas, seja algo que valha a pena. Que não seja apenas dinheiro, mas por legado, algo que o faça brilhar, ficar bem. Se você observar sua última performance (no UFC), contra Uriah Hall, foi meio decepcionante, até um pouco triste. Mas a maneira que ele retornou, foi uma grande forma de voltar ao topo, incrível”, encerrou.

Depois de bater Chávez Jr. e retomar o caminho das vitórias, Anderson está disposto a seguir com os testes no boxe. Neste sábado (11), o brasileiro fará sua segunda apresentação na modalidade apenas em 2021. No fim de semana, o atleta dividirá o ringue com outro ex-campeão do UFC, Tito Ortiz, no show encabeçado por Vitor Belfort e Evander Holyfield.

PUBLICIDADE:

Podcast #45: Volkanovksi sem desafiante e brasileiros no 1º UFC do ano



Comentários

Deixe um comentário