BJ Penn se manifesta após Khabib Nurmagomedov se declarar o maior peso leve de todos os tempos

Ex-campeão dos leves e dos meio-médios, o havaiano repassou sua carreira, mas evitou afirmar que é o maior da história da divisão

B. Penn em luta pelo UFC. Foto: Reprodução/ Facebook UFC

Em declaração recente, Khabib Nurmagomedov se autoproclamou o maior peso leve (até 70,3 kg) da história do MMA, colocando o lendário BJ Penn na segunda colocação de sua lista pessoal. Não demorou muito para que o próprio havaiano desse sua opinião sobre o assunto.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Através de suas redes sociais, BJ Penn elogiou Khabib Nurmagomedov, mas afirmou que o russo se aposentou cedo demais para ser considerado o maior de todos os tempos. O “Prodígio” também seu desempenho em disputas de cinturão na divisão dos leves ao de Khabib.

“Eu gosto de ver Khabib lutar, mas não consigo ver Khabib dizendo que é o melhor peso leve de todos os tempos, porque não parece seu estilo. Vou dar meu parecer sobre o que penso da carreira de Khabib. Eu, Khabib e Benson (Henderson) temos três defesas de cinturão. Eu e Khabib temos três interrupções em três defesas. Eu finalizei Joe Stevenson para conquistar o meu cinturão, enquanto Khabib derrotou Al Iaquinta por decisão para conquistar o dele. São quatro interrupções para mim e três para ele em lutas por título. Esses números não são importantes na luta. Eu sinto que é o dever do campeão para o esporte garantir que o próximo campeão mundial seja o maior campeão a pisar no ringue. Eu acredito que Khabib aposentou cedo demais para isso. Tudo que eu sempre quis fazer foi lutar contra todo mundo”, analisou o havaiano.

PUBLICIDADE:

Na publicação, BJ Penn lembrou também que, no auge, se aventurou em outras organizações e modalidades e conquistou também o cinturão meio-médio (até 77 kg) do UFC, mas evitou afirmar que se considera o maior leve de todos os tempos.

“Eu tinha 25 anos e estava no auge quando subi para os 77 kg e conquistei o cinturão de Matt Hughes. Não posso culpar Khabib por não subir, enfrentar Usman pelo cinturão e abrir uma discussão mais ampla sobre quem foi o melhor lutador a conquistar os dois títulos. Os lutadores hoje em dia ganham fama e não querem perder. Eu lutarei a qualquer hora até o dia que morrer. Fui ao Japão e ao Havaí e lutei no K-1 e no Rumble on the Rock nos 77, 84 e até nos pesados. Após anos enfrentando grandes lutadores e campeões, voltei ao UFC e conquistei o título dos leves. O resto é história. Não sei quem é o maior peso leve de todos os tempos. Só estava aqui para lutar”, concluiu Penn.

PUBLICIDADE:

Khabib Nurmagomedov se aposentou do MMA aos 32 anos com um cartel perfeito de 29 vitórias, sendo 13 delas no octógono do UFC. Muito mais longevo que o russo, BJ Penn tem o cartel muito mais modesto, com 16 vitórias e 14 derrotas, já que teve apenas um triunfo nas últimas 11 lutas da carreira, empatando uma e perdendo as outras nove. Apesar do final de carreira repleto de resultados negativos, o havaiano ainda é considerado por muitos um dos grandes lutadores de todos os tempos.

PUBLICIDADE:

Podcast #45: Volkanovksi sem desafiante e brasileiros no 1º UFC do ano



Comentários

Deixe um comentário