Cogitado no 'boxe sem luvas', Diego Sanchez surpreende e desafia Oscar De La Hoya | SUPER LUTAS

Cogitado no ‘boxe sem luvas’, Diego Sanchez surpreende e desafia Oscar De La Hoya

Veterano diz que deseja encarar o ‘Golden Boy’ em uma luta na modalidade; ele também elogiou a ‘lenda’ Evander Holyfield

D. Sanchez foi cortado do UFC após 16 anos. Foto: Reprodução/Instagramsan

Vencedor da primeira edição do ‘The Ultimate Fighter’ e um dos nomes mais emblemáticos da história do UFC, Diego Sanchez não tem mais contrato com a organização e, agora, flerta com outras oportunidades na carreira. Cogitado no ‘boxe sem luvas’, o norte-americano deixou claro que a modalidade é uma de suas possibilidades atuais.

Veja Também

Em suas redes sociais, inclusive, Sanchez comentou o ‘Boxe das Lendas’ do último sábado (11) com as vitórias de Anderson Silva e Vitor Belfort e aproveitou para pedir por uma luta contra Oscar De La Hoya.

“Se pudéssemos manter boxe x MMA, seria uma honra fazer uma luta de boxe com (Oscar) De La Hoya na ‘Triller’. Mayweather x McGregor, Anderson x Chavez, Vitor x Holyfield. Parece que o MMA está ganhando do boxe. Oscar De La Hoya x Diego Sanchez”, escreveu Diego, em seu ‘Twitter’ oficial.

O veterano também fez questão de enaltecer a coragem de Evander Holyfield em subir aos ringues aos 58 anos para medir forças contra Vitor Belfort. Além disso, o norte-americano indaga de De La Hoya ainda deseja enfrentar o ‘Fenômeno’ depois da última atuação do brasileiro.

“Ele parece incrível, que lenda é (Evander) Holyfield. E assim acabou, com Belfort mostrando que ainda é muito perigoso. Imagino se Oscar De La Hoya ainda quer lutar com Belfort depois de ver que ele ainda tem poder”, concluiu.

Diego Sanchez ganhou grande notoriedade ao vencer a primeira temporada do reality show ‘The Ultimate Fighter’. Desde então, foram 32 lutas na organização com 19 vitórias e três derrotas. Em seu último combate, o veterano foi derrotado por Jake Matthews por decisão unânime no UFC 243 em setembro de 2020.

 

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator