Derek Brunson afirma que controlar Israel Adesanya 'não é o suficiente' e promete buscar finalização | SUPER LUTAS

Derek Brunson afirma que controlar Israel Adesanya ‘não é o suficiente’ e promete buscar finalização

Brunson citou a vitória de Jan Blachowicz sobre o campeão dos médios, mas prometeu ser mais agressivo do que o polonês

D. Brunson quer enfrentar o campeão I. Adesanya em sua próxima luta. Foto: Reprodução/Instagram

Após finalizar Darren Till na luta principal do UFC Las Vegas 36, no início do mês, Derek Brunson deu um passo importante para conseguir sua primeira disputa de cinturão no Ultimate.

Veja Também

De acordo com Brunson, as cinco vitórias consecutivas alcançadas após perder para Adesanya em 2018 devem ser suficientes para conseguir a revanche contra o nigeriano, atual campeão dos médios (até 83,9 kg). Em entrevista ao MMAFighting, Burnson lembrou que Marvin Vettori e Robert Whittaker tiveram direito a revanches com menos vitórias do que ele.

“Eu sei que mereço lutar pelo título. Venci cinco seguidas. Não perco há três anos. A última derrota foi contra Izzy (Israel Adesanya). Marvin Vettori perdeu para o Izzy, ganhou algumas lutas e teve a revanche. Robert Whittaker perdeu para Adesanya, venceu duas e teve a revanche. Eu venci cinco lutas, mais do que qualquer que teve a oportunidade da revanche”, argumentou Brunson.

Derek Brunson tem em quem se inspirar caso receba a oportunidade de lutar contra Adesanya novamente. O campeão dos médios foi derrotado pela primeira vez na carreira em março deste ano, quando subiu de categoria para tentar destronar Jan Blachowicz nos meio-pesados (até 93 kg). Brunson, no entanto, afirmou que, ao contrário do polonês, não ficará satisfeito em apenas controlar o nigeriano por cinco rounds.

“Eu sei que se eu tiver a chance no chão, vou procurar causar dano em massa. Vou buscar finalizar a luta. Ele vai ser testado como nunca foi antes quando enfrentou Jan Blachowicz. Blachowicz estava contente em apenas controlar a luta. Eu vou buscar a interrupção”, prometeu Brunson.

Caso queira enfrentar Adesanya já em sua próxima luta, Brunson terá que esperar um pouco. O nigeriano deve defender o título dos médios contra Robert Whittaker no início de 2022.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator