Contrariado, Leon Edwards diz que o UFC não quer que ele dispute o título mundial

O lutador inglês criticou a organização por casar 'Usman x Covington 2' e acusou o Ultimate de não querer vê-lo lutando pelo cinturão

L. Edwards em coletiva pelo UFC. Foto: Reprodução/YouTube

Mais uma vez deixado de lado na disputa de cinturão dos meio-médios (até 77,1kg), Leon Edwards não escondeu a sua insatisfação com o Ultimate. O lutador inglês criticou a revanche concedida a Colby Covington e acusou a empresa de não querer vê-lo disputando o título mundial. A declaração foi dada em entrevista ao ‘MMA Fighting’.

Veja Também

“Já se passaram seis anos desde minha última derrota. Colby (Covington) foi derrotado pelo campeão, lutou contra Woodley, a luta terminou por lesão, ficou fora por mais de um ano e terá mais uma chance de título. Eu tenho nove vitórias seguidas e eles dizem: “Ele precisa de mais uma.” Toda vez, é mais uma. Acho que estão tentando me vencer, mas não posso perder. Eu realmente acredito que eu serei o próximo campeão mundial. Eles estão tentando me conter disso, mas está chegando. Eu realmente acredito nisso”, afirmou Edwards.

O cinturão dos meio-médios será disputado pela segunda vez entre Kamaru Usman e Colby Covington. No primeiro duelo, em dezembro de 2019, o nigeriano defendeu o seu título ao nocautear o polêmico norte-americano no quinto round. O combate será realizado no UFC 268, programado para o dia 6 de novembro.

Número três do ranking da divisão, Edwards é derrotado desde dezembro de 2015. Na ocasião, o inglês foi derrotado pelo então prospecto Kamaru Usman. O lutador de 30 anos possui um retrospecto no MMA de 19 triunfos, três reveses e um ‘no-contest‘ (luta sem resultado).

Podcast #034: A volta de Borrachinha ao UFC e a possível aposentadoria de Fedor