Adversário de Ngannou pela unificação de cinturão, Gane minimiza força do rival: ‘Não me assusta’

Candidato a campeão absoluto nos pesados, francês não mostra preocupação com principal arma do adversário do UFC 270

C. Gane é o campeão interino dos pesados no UFC. Foto: Reprodução/Instagram

A força descomunal de Francis Ngannou, que rendeu ao atleta o cinturão linear dos pesados (até 120,2kg.) do Ultimate, parece não ser problema para Ciryl Gane. Adversário do ‘gigante’ no UFC 270, em 22 de janeiro, o francês falou com tranquilidade sobre o poder de nocaute do oponente. Surpreendentemente, o dono do título interino parece não se preocupar com o compromisso.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Isso (a força de Ngannou) não me assusta. Você vê contra Derrick Lewis (adversário de Gane no UFC 265), ele uma grande força de nocaute também. Derrick Lewis é um ‘monstro’. Não foi um problema. Quando você olha a luta, eu me mantive ativo, com aqueles socos. (…) Um peso pesado como eu também pode socar”, disse Ciryl, em entrevista ao ‘Submission Radio’.

Com uma ascensão impressionante desde sua estreia no UFC, Gane tem ganhado destaque com sua capacidade de anular os adversários em suas melhores áreas. O lutador, então, apontou suas qualidades, que o levaram ao título interino da divisão.

PUBLICIDADE:

“Eu confio em mim. Quando eu comecei no Muay Thai, era assim, porque todas as lutas que tive, tinha pela frente um homem mais experiente. Em todas as vezes. É por isso que sempre fui confiante de que tudo é possível e eu vencia. Hoje, acho que também tenho minha chance. Ele tem as qualidades, força, e eu tenho as minhas. Vamos ver em janeiro, quem tem a melhor estratégia”, encerrou.

Campeão interino do Ultimate desde o UFC 265, Gane se encaminha para sua 11ª luta como profissional no MMA. Dono do título linear, Ngannou fará seu 20º compromisso no esporte.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?