Alvo de diversas críticas de Gaethje, Do Bronx evita polêmica, mas dá resposta categórica para calar rival

Campeão dos leves rebate provocações de antigo dono do cinturão interino e aponta seus feitos como argumentos para confirmar posto

C. Do Bronx (esq.) tem sido alvo de provocações de J. Gaethje. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Atual campeão dos leves (até 70,3kg.), Charles do Bronx tanto ouviu que decidiu responder. Alvo de diversas críticas recentes de Justin Gaethje, o brasileiro usou seu status como argumento para tentar calar o norte-americano. Em entrevista ao ‘Trocação Franca’, vinculado ao ‘MMA Fighting’, o combatente evitou polêmicas, mas fez questão de rebater o possível adversário.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Michael Chandler foi lá, assinou o contrato para luta pelo cinturão e teve a oportunidade. (…) Justin Gaethje teve sua chance na luta contra Khabib (Nurmagomedov) e vocês viram o que aconteceu. Foi a luta mais feia que já assisti na minha vida. Ele ‘morreu’. Não tenho nada para dizer. Sabe por que um cara precisa falar para ficar em evidência? Para mim, é o que está acontecendo. Ele precisa falar para chamar atenção”, disse o brasileiro.

Uma das principais provocações de Gaethje com relação a Charles é a suposição de que o paulista não suportaria pressões dentro do octógono. Embora esteja no topo absoluto da categoria, Do Bronx fez questão de falar sobre a investida do ex-campeão interino.

PUBLICIDADE:

“Em 11 de dezembro, Charles Oliveira vai enfrentar Dustin Poirier e, se Deus quiser que eu vença e siga com o cinturão, esses caras precisam vencer, precisam lutar. Se lutarem e vencerem, podem vir. Digam para virem tentar e perceberem se eu desisto. Eles não compreendem que é um novo Charles, mentalmente, fisicamente e espiritualmente. Podem bater forte, mas vão aguentar quando eu atacar de volta? Sou o mesmo Charles, que não fala, fico na minha. Eles apenas querem atenção. Justin Gaethje não luta há quanto tempo, um ano? Tem um tempo. O que acontece é que, quando você não luta, precisa falar”, encerrou.

Estrela brasileira no UFC, Do Bronx conquistou o cinturão em maio. Na ocasião, o atleta atropelou Michael Chandler e ocupou o trono da divisão. Em dezembro, o brasileiro fará sua primeira defesa de título e, como rival, terá Dustin Poirier, antigo campeão interino do grupo.

PUBLICIDADE:

Assim como o brasileiro, Gaethje também tem compromisso confirmado na organização. Após mais de 12 meses de inatividade, o norte-americano volta ao octógono em 6 de novembro, quando encara Chandler no confronto que pode confirmar um dos lutadores como próximo desafiante ao título.

PUBLICIDADE:

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS