Edwards rebate críticos sobre demora para lutar e considera ‘dar passo atrás’ ao enfrentar Masvidal

Leon, que resolve suas pendências com norte-americano no UFC 269, diz que é o único dos meio-médios que aceita enfrentar lutadores que estão em posições inferiores no ranking

L. Edwards ocupa a terceira colocação nos meio-médios. Foto: Reprodução/Instagram

No dia 11 de dezembro, Leon Edwards estará de volta ao octógono no UFC 269 para resolver sua rivalidade com Jorge Masvidal. Em busca de uma chance pelo título dos meio-médios (até 77kg.), o inglês respondeu aos comentários de críticos, que o acusam de fugir e selecionar lutas em sua trajetória na organização.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Sou o único que corre todos esses riscos. Khamzat (Chimaev), Masvidal, (Nate) Diaz, sou o único que está lutando e pegando todos esses caras abaixo de mim no ranking. Como que ainda estão me criticando? É o que é. Eu continuo fazendo minhas coisas. Eu sigo ganhando meu dinheiro e treinando, pois ainda serei campeão mundial”, disse Edwards, em entrevista ao podcast ‘The MMA Hour’.

Leon, inclusive, considera que não será capaz de agradar a todos e apenas está focado em resolver suas pendências com Masvidal no UFC 269. A esperança do inglês é que ele consiga sair vitorioso e já saltar para uma disputa de cinturão.

PUBLICIDADE:

“É um mundo louco. O mundo do MMA está louco. Eu continuo fazendo minhas coisas e continuo focado na tarefa em mãos. Você não pode prestar muita atenção a isso, senão fica louco. Eu sou o único que está colocando tudo em risco, pois quero uma chance pelo título, mas estou dando um passo para trás, lutando contra o 6º (lutador do ranking dos meio-médios). Então, deixe que falem”, finalizou o inglês.

Leon Edwards, que vem de dez lutas sem perder, ocupa a terceira colocação dos meio-médios (até 77kg.), atrás apenas de Gilbert Durinho, Colby Covington e o atual campeão, Kamaru Usman.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?