Alvo de críticas por comportamento no corner, treinador de Aspen Ladd pede desculpas após UFC Vegas 40

Jim West foi criticado nas redes sociais por sua irritação nas cobranças que fez à norte-americana no combate contra Norma Dumont

J. West foi criticado por suas críticas à atuação de A. Ladd no UFC Las Vegas 40. Foto: Reprodução/Instagram

Com um estilo agressivo em suas lutas, Aspen Ladd mudou sua postura para enfrentar Norma Dumont na luta principal do UFC Las Vegas 40 do último sábado (16). Passiva, a norte-americana foi derrotada pela brasileira na decisão unânime (49-46, 49-46 e 48-47). Sua apresentação, no entanto, irritou seu corner e namorado Jim West, que subiu o tom nas cobranças durante os intervalos do combate.

PUBLICIDADE:

Veja Também

As críticas feitas por West foram vistas como exageradas por parte de boa parte da comunidade das artes marciais mistas, que tratou de criticá-lo por sua conduta com Ladd. Em suas redes sociais, o treinador admite que ‘passou do ponto’, pediu desculpas e assumiu a culpa pela derrota da norte-americana sobre Dumont.

“Esta noite não foi nossa noite. Muitas vezes nós tivemos em alto nível, mas isso não aconteceu. Eu me culpo, embora não seja realmente minha culpa. Isso não está em debate. Eu assumo. Depois dos primeiros rounds, eu posso ter sido um pouco duro, mas eu conheço a Aspen e, naquela hora, uma conversa técnica não era uma opção após perdermos três rounds. No entanto, eu assumo a culpa e sinto muito, Aspen Ladd, do fundo do meu coração. Eu vou continuar melhorando toda vez”, escreveu Jim West em seu ‘Instagram’ oficial.

PUBLICIDADE:

Passou do ponto?

A abordagem do treinador dividiu opiniões, com a ex-campeã dos galos (até 61,2kg.) Miesha Tate considerou um ‘abuso’, enquanto o ex-detentor de dois cinturões Daniel Cormier afirmou que a cobrança teria sido normal. No corner, Jim tratou de ‘enquadrar’ Ladd, que havia perdido os três rounds e precisava buscar um nocaute ou finalização para vencer o combate.

“Por favor, me diga o que você está fazendo. Você tem que dar mais de um soco. Você tem que entrar na p**** da luta. É hora de lutar. É a quarto round e você perdeu as três primeiras. Lute para vencer. Lute para vencer a cada segundo. Isso não significa descuidar, mas tentar pegar o ritmo. Ela está tentando te cansar, mas você tem que pegá-la agora”, criticou o treinador no duelo.

PUBLICIDADE:

Ainda assim, as críticas não surtiram efeito e a norte-americana encontrou dificuldades para impor seu jogo também nos dois últimos rounds. Ela sentiu o ‘sabor amargo’ de sua segunda derrota na carreira, enquanto também tem nove vitórias.

PUBLICIDADE:

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS