‘Novo Conor McGregor’, Paddy Pimblett impõe condição para aceitar luta contra Tony Ferguson

Considerado uma das grandes promessas do UFC, o lutador inglês foi sincero ao exigir um pagamento maior para enfrentar o ex-campeão interino da organização

P. Pimblett posa para foto antes de sua estreia no UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Considerado uma das principais apostas do UFC para o futuro, o inglês Paddy Pimblett deixou bem claro as suas condições para aceitar uma luta contra os grandes nomes da empresa. O peso leve (até 70,3kg) indicou que aceitaria enfrentar o veterano Tony Ferguson, porém, exigiu um aumento salarial para que isso aconteça. A declaração foi dada em entrevista ao programa “Anything goes with James English“.

PUBLICIDADE:

LEIA MAIS: Andrei Arlovski fala sobre potência dos golpes de Carlos Boi e admite ter vomitado após a luta

LEIA TAMBÉM: VÍDEO: Lutador tailandês impressiona com nocaute brutal contra lenda do kickboxing

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Que se f***. Eu não vou enfrentar um top 10 do UFC pelo salário que ganho. Alguém postou que gostaria de me ver enfrentando Tony Ferguson. Eu te garanto que gostaria de ver uma luta minha contra Tony Ferguson, mas, eu jamais aceitarei essa luta pelos valores que recebo no meu contrato atual. P**** nenhuma! Como eu poderia fazer uma luta dessas para enfrentar Tony Ferguson? Ele ainda é um dos melhores pesos-leves do mundo. Por uma salário na casa das centenas de milhares de dólares, eu luto com ele. Pelo que ganho hoje, não”, afirmou Paddy.

Ex-campeão dos penas (até 65,7kg) do evento Cage Warriors, Pimblett chegou ao UFC cercado de expectativas e pelo menos no primeiro combate já mostrou a que veio. Em sua estreia, contra Luigi Vendramini em setembro desse ano, o lutador inglês mostrou resiliência ao sobreviver a pressão inicial do brasileiro e nocautear ainda no primeiro round. O combatente possui um cartel no MMA de 17 triunfos e três reveses.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?