DJ agredido por Conor McGregor presta queixas e irlandês pode pegar até três anos de prisão na Itália

O ex-campeão de duas categorias do UFC é acusado de agredir o DJ Francesco Facchinetti durante uma festa em Roma

C. McGregor é acusado de agressão contra DJ italiano. Foto/Reprodução: YouTube

O DJ Francesco Facchinetti prestou queixas contra o ex-campeão de duas divisões do UFC Conor McGregor. O italiano acusa McGregor de agressão durante uma festa em um hotel em Roma no último sábado (16).

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em declaração à CNN norte-americana, Francescho Facchinetti afirmou que prestou queixas oficialmente na última terça-feira (19). O DJ alega ter tomado a decisão “porque o mundo precisa estar ciente que ele é perigoso”.

“Ele é perigoso e precisa ser parado”, disse o DJ ao canal de notícias.

PUBLICIDADE:

O boletim de ocorrência conta que McGregor se enfureceu quando Facchinetti e seu grupo disseram que queriam ir embora. Foi nesse momento que o irlandês supostamente atingiu o DJ com um soco no nariz e na boca.

Em entrevista à rádio italiana Radio 105, na última quarta-feira (20), Facchinetti garantiu que está disposto a ir até o final com a acusação, independente de qualquer acordo que os advogados de McGregor possam oferecer.

PUBLICIDADE:

“Eu poderia calar a boca e não ter contado nada a ninguém, mas eu preciso dizer que aquela pessoa é realmente violenta e perigosa. Se o advogado de McGregor me ligar amanhã e me oferecer 10 milhões de euros (aproximadamente R$ 65 milhões) para retirar as queixas e desistir de tudo, eu diria não. Não ligo para o dinheiro, nem para o hype. Ele é um homem altamente perigoso. Vê-lo pessoalmente é diferente de ler sobre ele”, disse o DJ.

PUBLICIDADE:

De acordo com o jornal irlandês “The Irish Post”, caso seja condenado por agressão, Conor McGregor pode pegar de três meses a três anos de prisão na Itália. O mais provável, no entanto, é que o irlandês seja multado.

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS