Vettori rechaça pressão por revanche com Adesanya e espera ‘melhor versão’ de Borrachinha

O lutador italiano ressaltou que pensa em enfrentar os melhores nomes, independente de quem seja e não acredita que o brasileiro venha em má forma para o combate

M. Vettori (foto) se prepara para enfrentar P. Borrachinha. Foto: Reprodução/Instagram

Derrotado pelo campeão Israel Adesanya em sua última luta, Marvin Vettori não tem pressa em reencontrar o nigeriano no octógono. Em entrevista ao ‘Combate, o ‘sonho italiano’ afirmou que deseja enfrentar os melhores da categoria, independente de nomes e espera encontrar a ‘melhor forma’ de Paulo Borrachinha no UFC Las Vegas 41 desse sábado (23).

PUBLICIDADE:

LEIA MAIS: Além do MMA – Livinha Souza tira as luvas e faz duro desabafo com críticas ao governo Bolsonaro: ‘Jamais vou me calar’

Veja Também

“Eu só quero enfrentar todos eles, quero enfrentar os melhores. E se eu reencontrá-lo antes do título, ou no caminho do título, ou depois de ganhar o título, não importa. Eu quero enfrentar os melhores, isso que mais me importa. Estou feliz em estar aqui. Consegui aceitar que um dia serei campeão. Não é mais um peso para mim. Então lido com isso assim: vou enfrentar os melhores e vai acontecer pelo caminho”, afirmou Vettori.

PUBLICIDADE:

O último desafiante do campeão Israel Adesanya criticou a luta do brasileiro com o nigeriano, admitiu estar curioso para ver como ele reage à sua primeira derrota da carreira e prometeu esperar a ‘melhor versão’ do atleta tupiniquim.

“A luta dele contra Israel (Adesanya) foi muito ruim. Nesta luta, ele vai mostrar como vai reagir àquilo. Dá para esperar algumas coisas, mas não dá para ter certeza. Eu só estou esperando que ele venha na sua melhor forma até hoje, e espero que ele venha com tudo e que esteja super preparado. Mas, dito isto, estou pronto para encarar esta versão dele, dar um show e nocauteá-lo”, finalizou o italiano.

PUBLICIDADE:

Número cinco do ranking dos médios (até 83,9kg), Vettori busca voltar ao caminho das vitórias após ser frustrado em sua tentativa de conquistar o cinturão da categoria. O combatente possui um cartel de 17 triunfos, quatro reveses e um empate.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?