Dana White sugere que Amanda Nunes ‘mataria’ últimas adversárias de Kayla Harrison na PFL

Presidente do UFC volta a ‘cutucar’ estrela do MMA feminino ao comparar nível entre competidoras na concorrência

A. Nunes é possível adversária para K. Harrisson, caso norte-americana vá para o UFC. Foto: Montagem SL

O presidente do UFC, Dana White, parece não ter cansado de provocar sua possível futura contratada na organização. Estrela da PFL, Kayla Harrison foi, novamente, alvo dos comentários ácidos do mandatário do Ultimate. Desta vez, o ‘chefão’ decidiu questionar o nível das competidoras na concorrência e afirmou que Amanda Nunes poderia matar uma das desafiantes últimas da norte-americana.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Kayla Harrison ainda não lutou com ninguém. Me deixe colocar Amanda Nunes contra as garotas que ela enfrentou (na PFL). Poderia ser a primeira morte no MMA, certo?”, disse White, em entrevista ao ‘Yahoo Sports’.

Apesar dos questionamentos frequentes sobre o nível de competição enfrentado por Harrison na PFL, Dana, desta vez, amenizou. Em momento raro, o mandatário do Ultimate admitiu admirar as qualidades da bicampeã olímpica.

PUBLICIDADE:

“Escutem, eu gosto dela. Não tenho nada contra, mas precisamos ser honestos”, encerrou.

Grande estrela da PFL, Harrison voltou a fazer história na organização no fim de outubro. No confronto contra Taylor Guardado, válido pelo cinturão e final do torneio dos leves (até 70,3kg.), a norte-americana venceu com facilidade e se tornou bicampeã da organização. Além do título mantido, a combatente faturou mais um cheque de US$1 milhão.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?