Para Cormier, ‘guerra’ vencida por Gaethje adia sonho de Makhachev na corrida pelo cinturão dos leves

Apoiador de Islam, DC muda postura e entende que norte-americano merece nova disputa de título depois de bater Michael Chandler no UFC 268

D. Cormier é um dos principais comentaristas do UFC. Foto: Reprodução/Instagram)

Ex-duplo campeão do Ultimate e atual comentarista pela empresa, Daniel Cormier parece ter mudado de opinião sobre quem deveria ser o próximo desafiante ao cinturão dos leves (até 70,3kg.). Apoiador de Islam Makhachev, DC havia sugerido que o russo já teria condições de encarar o campeão – o que incomodou Justin Gaethje. O analista, porém, mudou a postura depois do show do norte-americano contra Michael Chandler no UFC 268.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Chandler chegou jogando toda a sua força, mas Gaethje estava lá, golpeando, respondendo, fazendo seu trabalho. Toda a confusão com Gaethje na última semana, eu disse o que eu sentia e ele se sentiu ofendido. (…) Na noite passada, ele fez o que precisava e manteve seu nível de campeão, porque ele encarou Michael Chandler e o derrotou. Tiro o chapéu para Justin Gaethje e, honestamente, acredito que ele será o próximo cara a lutar pelo cinturão”, afirmou DC, em seu canal no YouTube.

Caso seja confirmado como o próximo desafiante, Justin ainda não sabe quem enfrentará. De olho na disputa, o ex-campeão interino pode encarar o vencedor entre o campeão, Charles do Bronx e Dustin Poirier, que trocam forças em 11 de dezembro.

PUBLICIDADE:

A vitória de Gaethje sobre Chandler não marcou apenas uma das melhores apresentações entre dois atletas na temporada 2021. O triunfo fez com que o ex-campeão interino retomasse o caminho das vitórias depois do tropeço sofrido contra Khabib Nurmagomedov em outubro de 2020, válido pela unificação do título dos leves.

Contra Michael, Gaethje não teve vida fácil. O atleta superou um duro castigo no primeiro round, mas conseguiu se recuperar, vencendo o adversário nas etapas seguintes.

PUBLICIDADE:

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS