FOTO: Especulado contra Gilbert Durinho, Khamzat Chimaev posa com fuzil e faz desafio a Nate Diaz

Em grande momento no UFC, o russo naturalizado sueco continua disparando sua 'metralhadora de desafios' em busca de um oponente

K. Chimaev (esq.) passa a desafiar N. Diaz (dir.) para luta no UFC. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Em meio a especulações de um confronto com o brasileiro Gilbert Durinho, Khamzat Chimaev continua disparando sua “metralhadora de desafios”, desta vez quase que literalmente. O alvo da vez foi novamente Nate Diaz.

PUBLICIDADE:

Veja Também

No último domingo (14), Khamzat Chimaev publicou, em seu perfil oficial no Twitter, uma foto em que aparece segurando um fuzil e uma pistola. Na legenda, o russo naturalizado sueco desafiou o mais novo dos “irmãos Diaz”.

PUBLICIDADE:

“Estou chegando, 209 @NateDiaz209”, escreveu Chimaev, fazendo menção ao número “209”, código de área de Stockton, cidade natal de Nate e Nick Diaz e utilizado com orgulho pelos irmãos.

Esta não foi a primeira vez que Chimaev desafiou Diaz. Logo após derrotar Li Jingliang, no UFC 267, em outubro, o sueco tornou público o desejo de enfrentar o norte-americano. Na coletiva de imprensa do mesmo evento, Dana White garantiu que faria a proposta a Nate Diaz, que tem apenas mais uma luta em seu contrato com o Ultimate.

PUBLICIDADE:

Khamzat Chimaev estreou no UFC em julho de 2020 e, muito rapidamente, se tornou um fenômeno de popularidade da organização. Isso muito devido ao fato de conquistar três vitórias avassaladoras em dois meses, sendo duas delas em um espaço de apenas dez dias. Depois disso, o sueco ficou afastado por mais de um ano e chegou a cogitar aposentadoria por conta de complicações relacionadas à Covid-19.

PUBLICIDADE:

Se Chimaev é um fenômeno recente, Nate Diaz já carrega esse status há muito tempo. O norte-americano é um dos lutadores mais populares de todo o elenco do UFC e ganhou ainda mais notoriedade ao derrotar Conor McGregor no UFC 196, em 2016. O momento de Diaz, no entanto, não é dos melhores, com três derrotas nas últimas quatro lutas.

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?