Menos de dois meses após prisão por violência doméstica, Jon Jones afirma que está sóbrio há 60 dias

O ex-campeão dos meio-pesados alega estar completamente limpo há dois meses, mas prisão aconteceu há 58 dias

J. Jones (foto) foi preso recentemente acusado de violência doméstica. (Foto: Reprodução/Instagram @jonnybones)

Aproximadamente dois meses após ser preso em Las Vegas acusado de violência doméstica contra a noiva, Jon Jones alega ser um “novo homem”. O ex-campeão dos meio-pesados (até 93 kg), usou as redes sociais na manhã do último domingo (21), para dizer que está sóbrio há 60 dias.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“‘Tenha a mente sóbria; seja cuidadoso. Seu adversário, o diabo, ronda você como um leão rugindo, procurando alguém para devorar’. Minha família, minha vida, minha carreira poderiam ter acabado depois do que houve em Las Vegas. Mas Deus tem outros planos para mim. 60 dias sóbrio e contando”, escreveu Jones.

A conta feita por Jon Jones, no entanto, conflita com os fatos, já que sua prisão aconteceu 58 dias antes da publicação, no dia 24 de setembro.

PUBLICIDADE:

Além dos problemas com a justiça, a prisão por violência doméstica acarretou problemas profissionais para Jon Jones. O ex-campeão foi banido da Jackson-Wink MMA, academia na qual treinou durante quase toda a carreira. Recentemente, “Bones” visitou a Fight Ready MMA, onde treinou com o também ex-campeão Henry Cejudo.

Em transição dos meio-pesados para os pesados, Jon Jones indicou que deve retornar ao octógono em 2022. O presidente do UFC Dana White disse recentemente que o ex-campeão precisa resolver suas questões legais antes de pensar em lutar.

PUBLICIDADE:

Jon Jones deve comparecer ao tribunal novamente no dia 30 de novembro.

PUBLICIDADE:

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS