‘Trash talk’? Que nada… Charles do Bronx diz que prefere provar suas qualidades no octógono do UFC

Brasileiro afirma que não se importa com lutadores que o provocam e prefere ‘aparecer’ apenas em suas lutas

C. Do Bronx é campeão do UFC desde maio de 2021. Foto: Reprodução/Instagram

Campeão dos leves (até 70,3kg.) do Ultimate, Charles do Bronx se destacou por sua evolução no octógono e chegou à disputa de título com respeito aos adversários. Em entrevista ao podcast ‘Trocação Franca’, o brasileiro reitera que não é adepto ao ‘trash talk’ e prefere provar a qualidade como lutador em cada apresentação.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Talvez isso não seja tão bom (para o UFC) a ponto de ficar quieto demais, mas compenso dentro do octógono. Não sou um desses caras que fica falando e procurando atenção. Eu apareço dentro do octógono”, afirmou Do Bronx.

Charles, agora, defende pela primeira vez seu título contra Dustin Poirier no UFC 269 do dia 11 de dezembro e mantém uma relação de respeito com o norte-americano. Porém, questionado se isso faria a diferença, o campeão ressaltou que está focado apenas em vencer e não se importa com o que acontece nos bastidores.

PUBLICIDADE:

“Esses caras que me provocam não fazem diferença para mim. Entra em um ouvido e sai pelo outro. Eu tenho a luta como meu trabalho. É onde eu coloco o ‘pão de cada dia’. Estou indo lá para lutar, não importa se o cara vai falar, querer me provocar. É só mais uma luta que vou fazer acontecer e abraçar (depois do combate)”, concluiu o brasileiro.

Em sua última luta, Do Bronx deu um verdadeiro show de superação, quando sobreviveu a um castigo severo diante de Michael Chandler no primeiro round. O brasileiro, no entanto, se recuperou e, com um duro nocaute, atropelou o norte-americano, conquistando o título vago. Em seu cartel, ele soma 31 resultados positivos e oito negativos na carreira.

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC