Sean Brady conta detalhes de lesão sofrida durante a luta contra Michael Chiesa

Com um sangramento abundante durante todo o combate, o meio-médio revelou as dificuldades de seguir na luta após o incidente

S. Brady em atuação pelo Ultimate. Foto: Reprodução/Instagram

Mesmo com a vitória diante de Michael Chiesa no UFC Las Vegas 43, Sean Brady levou uma triste marca para casa: uma lesão no nariz. Em entrevista ao ‘MMA Fighting’, o lutador dos meio-médios (até 77,1kg) contou como lidou com o incidente durante o combate e revelou que passou os 15 minutos de luta ‘sugando sangue’.

PUBLICIDADE:

LEIA MAIS: SUPER LUTAS 14 anos: Relembre 14 nocautes que marcaram, de 2007 aos dias atuais

Veja Também

“Eu estava apenas sugando sangue durante toda a luta. Eu queria fazer mais e mostrar mais, porque eu estive fora por um tempo, eu tive duas lutas canceladas e uma lesão. Eu só queria mostrar mais de quem eu sou”, justificou Brady.

PUBLICIDADE:

Com a lesão sofrida durante o combate contra Michael Chiesa, Sean contou como se sentiu como se sentiu para lidar com o sangramento durante o duelo.

“Olhei para as costas dele, e havia muito sangue. Cara, foi muito ruim. Estava pingando na minha garganta. Então, eu estava tentando respirar e enquanto eu estava respirando, eu estava sugando sangue”, finalizou Sean.

PUBLICIDADE:

Com o triunfo sobre Chiesa, Brady conseguiu entrar no top-10 da categoria e hoje ocupa a oitava colocação no ranking. Invicto no MMA profissional com 15 vitórias, Brady chegou ao UFC em outubro de 2019 e, desde então, derrotou cinco adversários diferentes.

PUBLICIDADE:

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico