José Aldo admite que cogitou aposentadoria e projeta ‘novo foco’, caso vença Rob Font no UFC Vegas 44

Lenda do MMA, brasileiro afirma que treinar com a Marinha Brasileira acendeu uma 'fogueira' para que ele seguisse na carreira

J. Aldo é uma lenda do MMA. (Foto: Instagram/UFC)

Prestes a enfrentar Rob Font no UFC Las Vegas 44 do próximo sábado (4), José Aldo decidiu abrir o jogo sobre aposentadoria. O brasileiro, que desceu aos galos (até 61,2kg.) com duas derrotas, conseguiu se redimir ao bater Marlon Vera e Pedro Munhoz nas decisões dos juízes. E, em entrevista ao podcast ‘Trocação Franca’, relata que chegou a pensar em ‘pendurar as luvas’, mas revelou que treinar boxe com a Marinha Brasileira fez com que tivesse um novo ânimo na carreira.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Já estava pensando mesmo em me aposentar, tinha isso em mente. Mas depois da luta Petr (Yan), a pandemia e etc.… aqueles garotos (da Marinha do Brasil) acenderam uma fogueira dentro de mim, irmão. Tenho muita vontade de lutar atualmente. Estou na Marinha há quase dois anos, desde a pandemia (início da COVID-19) e me sinto um menino de novo, aprendendo a cada dia, mudando meu estilo de luta. Isso me renovou para lutar novamente, acendeu o fogo que eu precisava”, afirmou a lenda brasileira.

Questionado sobre seu futuro, José Aldo revela interesse em um combate contra TJ Dillashaw, caso passe por Rob Font. Segundo ele, o norte-americano pode esperar a resolução da polêmica revanche entre Aljamain Sterling e Petr Yan e, por isso, estará disponível por um combate.

PUBLICIDADE:

“Rob é mais um passo e, derrotando-o no dia 4 de dezembro, estaremos um pouco mais perto do cinturão. Não sei como vai ser devido à lesão de Sterling, isso pode ser um problema. Acredito que ele lutará com Petr, não sei se (TJ) Dillashaw vai esperar tanto tempo, então talvez uma luta entre Dillashaw e eu pudesse (determinar) o próximo adversário”, finalizou.

Com 35 anos, Aldo, hoje, soma 37 compromissos como profissional no MMA. Em sua trajetória no esporte, o brasileiro conquistou 30 triunfos e sofreu sete reveses.

PUBLICIDADE:

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico