Dominick Cruz questiona aposentadoria precoce de lutadores invictos: ‘Não podem se esquivar’

Norte-americano afirma que aprendeu com lesões e derrotas para que se tornasse um lutador mais completo

D. Cruz não luta desde dezembro de 2016. Foto: Reprodução/Instagram @dominickcruz

Ex-campeão e grande nome da história dos galos (até 61,2kg.) do UFC, Dominick Cruz enfrentou uma série de lesões nos joelhos, além de encontrar dificuldade para se manter ativo na organização. Ainda assim, questionado sobre o assunto, o norte-americano se diz contente pelas oportunidades de reconstruir seu caminho e questionou aposentadoria precoce de atletas invictos.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Essa é uma das razões pelas quais estou aqui (lutando até hoje). Eu nunca tive tantas derrotas em dois anos de minha vida. E, toda vez que vejo um atleta se aposentar invicto, eu questiono: ‘Você está invicto ou não se desafiou tanto quanto poderia? E se você fizesse, como seria do outro lado?”, afirmou Cruz em entrevista ao ‘The MMA Hour’.

Apesar de não citar nomes, Dominick ainda reforça que a evolução do esporte e respectivas divisões fazem com que um lutador reveja seus conceitos e consiga, inclusive, se superar na carreira.

PUBLICIDADE:

“Você está invicto ou poderia apenas der ficado um pouco mais para avançar o próximo nível? Então, recupere uma possível derrota e veja qual é sua próxima margem para a evolução. Não se trata apenas de ganhar, perder e ser perfeito. Nada na vida é isso. Você não pode evitar a derrota, evitar a dor ou se esquivar de tudo. A questão é: quando acontecer, o que você vai fazer com isso? Você vai simplesmente desistir e dizer que estou aposentado, ou vai voltar, se superar e ver o que pode acontecer?”, finalizou.

Com um cartel no MMA profissional de 23 vitórias e três derrotas, Dominick Cruz vem de triunfo sobre Casey Kenney e, agora, enfrenta o brasileiro Pedro Munhoz no UFC 269, no dia 11 de dezembro.

PUBLICIDADE:

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico