Ex-TUF, veterano é condenado a quase 8 anos de prisão por tráfico de drogas

Jake Heun admitiu culpa por envolvimento em tráfico de cocaína na Austrália

J. Heun é condenado a quase 8 anos de prisão por tráfico de drogas. Foto: Reprodução/Instagram @honeybearmma

Veterano do ‘The Ultimate Fighter’, Jake Heun foi condenado a quase oito anos de prisão por envolvimento no tráfico de drogas na Austrália. Preso em setembro de 2020 sem direito à liberdade condicional, o lutador deve ficar mais de três anos ‘atrás das grades’. A informação foi divulgada pelo veículo ‘Daily Mail’.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Segundo relatório da polícia, Heun foi preso enquanto importava cerca de 800 gramas de metanfetamina, que acabou confiscada na França após uma embalagem cair durante um voo entre o país e Austrália. O pacote, no entanto, tinha o endereço do atleta – que acabou investigado e revelou que ainda estava envolvido com outras atividades ilegais.

Jake, inclusive, alegou que estava recebendo US$ 1 mil (cerca de R$ 5,6 mil, na cotação atual) para receber o pacote antes de se declarar culpado pela importação do produto. Ele também teve seu celular apreendido e, em conversas com sua namorada, também teria enviado fotos de outros pacotes de cocaínas. Assim que for liberado, o atleta deve ser deportado.

PUBLICIDADE:

Profissional de MMA desde 2011, Jake Heun conta com um cartel de 15 triunfos e nove reveses na carreira. O peso pesado (até 120,2kg.) chegou a competir em eventos como WSOF, Rizin FF, além de passagem frustrada por ‘The Ultimate Fighter 19’, onde acabou finalizado em duas lutas.

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC