Presidente do Bellator evita falar de aposentadoria de Lyoto Machida e projeta novas lutas para o brasileiro em 2022

Scott Coker afirma que 'Dragão' é uma lenda do esporte e quer vê-lo em ação na organização em março ou abril

L. Machida não vence há três lutas pelo Bellator. Foto: Reprodução/Instagram

Lenda do esporte, Lyoto Machida vive um de seus piores momentos na carreira. Aos 43 anos, o ‘Dragão’ tem três derrotas seguidas nas últimas lutas. Ainda assim, em entrevista ao ‘MMA Junkie’, o presidente do Bellator, Scott Coker, descartou falar de aposentadoria e projeta outros combates para o brasileiro na organização.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Ele já fez muita coisa pelo esporte e, para mim, é uma lenda. Vamos deixá-lo decidir por encerrar quando quiser. Ele quer lutar e vamos ocupá-lo novamente. É um lutador que deve lutar em março ou abril. Queremos colocar todos os grandes astros para lutar entre agora e abril. Ele teve algumas derrotas, mas passou por adversários ‘matadores’. Achamos que ele ainda tem gasolina no tanque”, afirmou Scott Coker.

Conhecido por seu estilo contragolpeador, Lyoto é uma das grandes referências do caratê nas artes marciais mistas. Em seus tempos áureos, o brasileiro foi campeão dos meio-pesados (até 93kg.) do UFC com um nocaute brutal sobre Rashad Evans.

PUBLICIDADE:

Profissional desde 2003, Machida conta com um cartel de 26 resultados positivos e 11 negativos em sua carreira no MMA. Ele é, para muitos, um dos maiores representantes tupiniquins a subirem no cage.

 

PUBLICIDADE:

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico