Do Bronx se defende sobre polêmica de ‘promessa caridosa’ de Poirier após duelo no UFC 269; entenda

Campeão dos leves diz que há uma ‘burocracia’ para que a doação de Dustin ao ‘Projeto Charles Oliveira’ seja cumprida

A promessa de ajuda à instituição de Charles do Bronx, feita por Dustin Poirier após UFC 269, está dando uma ‘dor de cabeça’ ao campeão. Em entrevista exclusiva ao canal do SUPER LUTAS no YouTube, o brasileiro explicou que há uma burocracia pela doação de US$ 20 mil (cerca de R$ 113 mil), prometida pelo norte-americano.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“E isso é uma coisa muito boa de falar, pois eu não sei se foi bom ou ruim vir até mim. O ‘Projeto Charles Oliveira’ é um projeto meu. Quando eu não era ninguém, montei minha academia e fiz meu projeto. Porém, eu não fiz uma publicação e nem queria fazer. Quando o Dustin falou, a gente não sabe se, para doar, precisa de toda burocracia. O dinheiro não chegou até mim e eu não sei quem confisca, de onde vem. Eu não sei como virá esse dinheiro, mas eu já sei o que vou fazer. Vai ajudar demais. Porém, foi falado diante do mundo inteiro e as pessoas não entendem que tem uma burocracia”, explicou Do Bronx.

Durante toda a promoção para sua primeira defesa de título, Charles seguiu seu estilo e não provocou Dustin. O ‘Diamante’, por sua vez, também procurou respeitá-lo. E, agora, o brasileiro tratou de elogiá-lo pela iniciativa.

PUBLICIDADE:

“Ele vende a luta da mesma forma que eu vendo. É respeitoso e é da mesma forma que eu, pois está sempre com a família, brincando. E quando acabou a luta ele falou um negócio muito legal, que queria doar US$ 20 mil (cerca de R$ 113 mil) para meu projeto social”, finalizou.

Charles do Bronx vive seu melhor momento e, campeão dos leves (até 70,3kg.), se mostrou um lutador completo. Atualmente, em sua carreira, são 32 triunfos, oito reveses e um ‘no contest’ (luta sem resultado). Ele, inclusive, é o maior recordista de finalizações (15) e colecionador de bônus (18) da história do Utlimate.

PUBLICIDADE:

Podcast #45: Volkanovksi sem desafiante e brasileiros no 1º UFC do ano