Bisping ironiza desejo de Cejudo por luta direta por cinturão do UFC e critica comparação com St-Pierre

Vítima da lenda canadense em 2017, comentarista minimiza ‘poder de barganha’ de ‘Triplo C’, que deseja abandonar aposentadoria

M. Bisping (esq.) criticou a insistência de H. Cejudo (dir.) para lutar por título dos penas. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Com o sonho de disputar o terceiro cinturão em categorias distintas, Henry Cejudo certamente não conta com o apoio de Michael Bisping por uma luta direta pelo título dos penas. Ex-campeão do UFC e, hoje, comentarista na organização, o inglês criticou a insistência do ‘Triplo C’ e ironizou qualquer comparação do norte-americano com Georges St-Pierre.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Se eu fosse loiro, tivesse olhos azuis e fosse canadense com sotaque, talvez você me daria a oportunidade? Defendi meus dois cinturões (moscas e galos), diferente de GSP (St-Pierre). Me retirei no auge, me aposentei na segunda-feira e dei uma chance ao resto da divisão. Você tem medo de que eu vença, Dana White”, escreveu Cejudo, nas redes sociais.

A publicação de Henry direcionada ao presidente do UFC incomodou Bisping. Vítima de Georges em 2017, quando foi superado pelo canadense justamente quando a lenda retornou da aposentadoria por um confronto direto pelo título dos médios, o inglês não poupou ‘Triplo C’.

PUBLICIDADE:

“Eu entendo o que ele (Cejudo) quer dizer. ‘Georges St-Pierre voltou depois de quatro anos e foi direto para a elite da divisão de cima’. Cejudo, então, tem direito a uma luta pelo título? Ele teve a oportunidade de ‘furar a fila’ na divisão de cima. (…) A realidade é que ele não está no mesmo patamar que Georges St-Pierre estava”, disse Bisping, em seu podcast.

Ex-campeão dos moscas e galos, Cejudo anunciou sua aposentadoria logo após sua vitória sobre Dominick Cruz, em maio de 2020. Na ocasião, o norte-americano acabava de defender o cinturão da categoria até 61,2kg., e, ainda no octógono, afirmou que estava cansado da rotina de treinos. Pouco tempo depois, o atleta passou a insistir em um embate contra Alexander Volkanovski pelo título dos penas.

PUBLICIDADE:

Podcast #63: Blachowicz merece enfrentar Glover pelo cinturão do UFC? Lyoto perde no Bellator e se complica