Por priorizar cinturão, Dillashaw rejeita desafio de Aldo, mas afirma: ‘Nossa hora vai chegar’

De volta ao MMA após cumprir suspensão e se recuperando de cirurgia no joelho, ex-campeão mira topo absoluto dos galos

T. Dillashaw em coletiva pós-evento. Foto: Reprodução/YouTube

Depois voltar ao MMA com vitória, em 2021, após cumprir dois anos de suspensão por doping, TJ Dillashaw não quer saber de desafios que não sejam uma oportunidade de lutar pelo título. Citado por José Aldo como um possível adversário, o norte-americano mostrou respeito ao brasileiro, mas rejeitou a proposta, pelo menos no momento. Em entrevista à ‘ESPN’, o ex-campeão dos galos (até 61,2kg.) explicou a posição.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Sejamos honestos. Eu saí como um campeão, voltei, lutei com o desafiante número um depois de uma ausência de dois anos e meio, e consegui vencê-lo. O que mais há para mim? Nada vai me motivar e me animar, exceto ter meu cinturão de volta. Esse é meu objetivo. Não há nada mais para onde eu possa olhar”, afirmou TJ.

Disposto a reassumir o posto de campeão do grupo, Dillashaw também analisou o desafio proposto por José Aldo. O brasileiro, que vive grande momento no peso galo, sugeriu um confronto de antigos donos de cinturão. O norte-americano, no entanto, revelou por que não quer encarar o manauara no momento.

PUBLICIDADE:

“Eu acho que ele me desafiou depois de uma de suas lutas recentes, o que é incrível. Eu tenho acompanhado o Aldo. Acho que todo mundo tem acompanhado o Aldo. Ele tem sido como um padrinho para todas as categorias mais leves. Nossa hora. Ele continua fazendo o que está fazendo, eu vou recuperar meu cinturão, e então realmente isso seria incrível”, encerrou.

Após o severo gancho por doping, TJ retornou ao octógono em julho de 2021. Na ocasião, o atleta enfrentou Cory Sandhagen e venceu na decisão unânime dos juízes. Na sequência, Dillashaw acusou uma lesão no joelho e precisou passar por cirurgia. Desde então, o lutador segue sua recuperação e ainda não sabe quando poderá retornar ao octógono.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano