AO VIVO

Acompanhe a PFL 5 2022, com esquadrão brasileiro em ação

José Aldo aceita desafio de Popó, mas revela condição importante para que superluta aconteça

Confronto entre lendas esbarra em contrato com UFC e desinteresse em ‘embate de exibição’ por parte do manauara

J. Aldo foi desfiado por Popó para desafio no boxe. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Lenda do MMA, José Aldo não perdeu tempo e respondeu ao desafio feito por Acelino Popó Freitas para confronto nas regras do boxe. Convidado pelo tetracampeão mundial na ‘nobre arte’ para um embate, após apresentação contra Whindersson Nunes, o manauara se mostrou aberto ao compromisso, mas a proposta esbarra em algumas questões.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Atento à pedida de Acelino, Aldo foi além e propôs que as lendas aumentassem o nível de competição. O manauara revelou o interesse em trazer para o eventual duelo um modelo criado na Tailândia, que também envolve o kickboxing.

“Assim que acabou a luta eu vi o desafio do Popó e todo mundo sabe que eu tenho muita vontade de me testar na ‘nobre arte’, apesar de, no momento, o meu foco estar totalmente voltado para ser campeão do UFC. Ao mesmo tempo, achei interessante o evento pela promoção do esporte e, como sabem, eu também sou muito apaixonado pelo kickboxing. Inclusive, organizei eventos da modalidade. E esse foi um formato que o organizador trouxe da Tailândia, onde existem muitos campeonatos em que você mistura boxe e kickboxing, um round de cada, eu já tinha visto isso e ficado interessado”, contou o atleta do Ultimate.

PUBLICIDADE:

O modelo de apresentação sugerido por José, no entanto, não pareceu ter agradado. O manauara falou sobre as tratativas.

“Logo após a luta (do pugilista contra Whindersson), o filho do Popó mandou um e-mail para o Dedé (Pederneiras, empresário de Aldo), querendo ver para a gente marcar esse confronto, e aí na hora a gente já lembrou dessa ideia e sugeriu para eles. Mas parece que eles não ficaram muito interessados, não sei se ficaram com medo, mas não quiseram nesse formato. Antes de tudo, eu preciso de uma liberação do UFC para que isso aconteça”, afirmou.

PUBLICIDADE:

Com ou sem kickboxing, Aldo está dentro. Dependendo, é claro, do ‘ok’ por parte de Dana White e sua equipe, a lenda do peso pena (até 65,7kg.) tem uma última condição, que é, talvez, a mais importante para encarar Popó.

PUBLICIDADE:

“Se tiver que ser no boxe, eu faria também. Só que tem uma coisa: eu não faço luta de exibição. Para mim, teria que ser um combate com regras profissionais e chancelada por uma Liga, inclusive, eu estou fazendo parte de uma organização que está montando uma liga de boxe. Pode ser por ela. Conversei com o Dedé, que vai falar com o Dana White, em Las Vegas”, encerrou.

No último fim de semana, Popó e Whindersson movimentaram o mundo das lutas em um superdesafio de boxe. Por oito rounds, os protagonistas geraram o entretenimento prometido. Mesmo com visível vantagem técnica a favor do pugilista, o comediante deu show de resistência.

Convidado por Acelino, Aldo vive um grande momento dentro do Ultimate. Hoje, o ex-campeão dos penas da empresa está na linha de frente para uma disputa de título nos galos.

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano