AO VIVO

Assista à coletiva pós-UFC 276 com Adesanya, Poatan e mais

Ngannou revela que pode ficar um ano parado e, com ironia, ignora divisão ‘empacada’: ‘Já aconteceu antes’

Campeão dos pesados usa experiência negativa nos pesados do UFC para minimizar tempo de inatividade por procedimento no joelho

F. Ngannou é o campeão dos pesados do UFC. Foto: Reprodução/Twitter @FrancisNgannou)

Campeão absoluto dos pesados (até 120,2kg.) no Ultimate, Francis Ngannou parece estar disposto a usar sua experiência negativa do passado na divisão a seu favor. Com necessidade de cirurgia no joelho e futuro indefinido na companhia, o franco-camaronês ainda não enxerga a ‘bandeira de paz’. Em tom de provocação, o ‘gigante’ afirmou que, por conta do procedimento, pode não ser visto em atividade por um ano, podendo ‘travar’ a categoria.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“O passado já mostrou que, nos pesados, eles podem esperar um ano por uma defesa de cinturão. Temos uma defesa de título por ano há algum tempo. Acho que isso não será problema”, afirmou o campeão, em entrevista ao podcastIT’S TIME!!!’, de Bruce Buffer.

Dono do título linear desde março de 2021, Ngannou foi grande crítico do Ultimate antes de chegar ao topo absoluto do grupo. Mesmo em grande fase, antes de assumir o trono, o franco-camaronês precisou aguardar a decisão da trilogia entre Stipe Miocic e Daniel Cormier.

PUBLICIDADE:

Por algumas vezes, Francis foi a público criticar o tempo de espera por uma luta pelo título, já que vivia grande fase na empresa, colecionando vítimas no octógono.

Agora, a situação se inverteu. Em crise com o UFC, cobrando respeito, liberdade e melhores pagamentos, Ngannou está sem contrato e pode assinar contrato com outra companhia, caso não se apresente até 31 de dezembro. Até o momento, não há confirmação sobre a manutenção do atleta ou eventual dispensa.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276