Ben Henderson admite que ‘ficou devendo’ no Bellator, mas quer renovar contrato e ser campeão

Vitória sobre Islam Mamedov no último sábado (29) foi a última luta do contrato do peso leve com a organização

B. Henderson quer renovar vínculo com Bellator (Foto: Facebook/Bellator)

A vitória sobre Islam Mamedov no último sábado (29), marcou a última luta do contrato de Benson Henderson com o Bellator. Em autocrítica, o ex-campeão do UFC acredita que não fez jus à expectativa criada em sua contratação, em 2016.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Durante participação no “MMA Hour”, podcast do site norte-americano “MMA Fighting”, Benson Henderson analisou sua trajetória no Bellator até o momento e admitiu que não entregou o que se esperava dele.

“Na verdade eu me sinto mal pelo Bellator. Sinto que fiquei devendo em meu contrato com o Bellator. Eles me pagaram muito dinheiro, então acho que eu deveria ter feito um trabalho melhor. Não fiz o que eles esperavam. Fui uma grande contratação e sei o peso que tem isso. Quando você é uma contratação desse nível, você tem que ganhar o Super Bowl para o seu time e eu não fiz isso. Não tive grandes performances como tive no WEC e no UFC. Foi por isso que o Bellator pagou, pela performance. Eles queriam performances, grandes momentos, esse tipo de coisas e eu não dei a eles”, admitiu Bendo.

PUBLICIDADE:

Após sofrer três derrotas consecutivas, Benson Henderson, que não vencia um combate há mais de dois anos, superou Islam Mamedov na luta co-principal do Bellator 273. Animado com o resultado, o ex-campeão do UFC garantiu que pretende renovar seu vínculo com o Bellator e conquistar o cinturão da organização.

“Com certeza eu quero renovar com o Bellator. Quero o cinturão do Bellator em volta da minha cintura. Preciso desse título”, garantiu o lutador.

Benson Henderson estreou no Bellator em abril de 2016, já lutando pelo título dos meio-médios (até 77kg), mas acabou superado pelo então campeão Andrey Koreshkov. No total de seu primeiro contrato com a organização, foram 12 lutas, com seis vitórias e seis derrotas.

PUBLICIDADE:

 

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276