AO VIVO

Acompanhe o UFC 276, com disputas de cinturão e Alex Poatan

Para Sonnen, Ngannou erra ao forçar atrito com UFC e sugere que ‘gigante’ se inspire em Masvidal; entenda

Comentarista aconselha franco-camaronês a seguir os passos de norte-americano; ideia também envolve Deiveson Figueiredo

F. Ngannou unificou o título dos pesados no UFC 270. Foto: Reprodução/Instagram

Antiga estrela e, hoje, comentarista de prestígio no MMA, Chael Sonnen tem um conselho importante para Francis Ngannou. Percebendo a ‘guerra’ pública entre o ‘gigante’ e o Ultimate, em que cobra reconhecimento, liberdade e melhores pagamentos, o antigo rival de Anderson Silva analisou a situação do campeão dos pesados (até 120,2kg.). O recado também foi endereçado a Deiveson Figueiredo e Brandon Moreno.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“O que Deiveson Figueiredo, Brandon Moreno e Francis Ngannou podem aprender com Jorge Masvidal? Você tem três caras reclamando que não recebem dinheiro o suficiente e, do outro lado, você tem um cara que nunca disse a palavra ‘dinheiro’. Jorge Masvidal tem sucesso em trazer atenção para sua luta. Você sabe quanto custa publicar algo no Twitter? Sabe o quanto é barato?”, disse Sonnen, em seu canal no YouTube.

A fala não parou por aí. Ainda tratando da situação dos atletas, Chael seguiu comparando os contextos dos envolvidos.

PUBLICIDADE:

“Todos estão insatisfeitos com seus contratos e acham que deveriam receber mais dinheiro. Quem está cobrando deveria seguir aquele que não está. Quando foi a última entrevista em que Masvidal foi visto dizendo que queria mais dinheiro? Nunca. Porque Masvidal vive um estilo de vida simples. Não é como se Masvidal não fosse valioso. Ele sabe como chegar até o dinheiro”, encerrou.

Campeão absoluto dos pesados, Ngannou segue em atrito com o UFC. O atleta realizou a última luta de seu contrato no UFC 270 e não garantiu sua renovação. Caso não lute até 31 de dezembro, o franco-camaronês poderá assinar com outra organização.

PUBLICIDADE:

Algoz de Brandon Moreno em 22 de janeiro, Deiveson Figueiredo se juntou a Francis e também pediu maior valorização. De volta ao trono dos moscas (até 56,7kg.), o paraense pediu US$1 milhão (mais de R$5 milhões) para atuar em possível quadrilogia com Brandon Moreno.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276