Invicto no MMA, promessa do Cazaquistão fatura bônus de ‘Performance’ no UFC Las Vegas 47

Após nocautear Carlston Harris ainda no primeiro round, Shavkat Rakhmov faturou os US$50 mil de prêmio de 'Performance'; Njokuani e Erosa também receberam bônus

S. Rakhmonov venceu mais uma no Ultimate Foto: Instagram/@ufc_brasil

O cazaque Shavkat Rakhmonov teve algo mais para comemorar após o UFC Las Vegas 47, além da manutenção da sua invencibilidade. Junto com Chidi Njokuani, o prospecto dos meio-médios (até 77,1kg) faturou US$50 mil (cerca de R$266 mil) de bônus de ‘Performance da Noite’. Julian Erosa e Steven Peterson ganharam prêmio de ‘Luta da Noite’, mas como Steven não bateu o peso, Erosa levou para casa o valor que corresponderia ao seu rival e ficou US$100 mil (cerca de R$533 mil) mais rico.

PUBLICIDADE:

Veja Também

273448790_466060211673761_1651317780394049112_n

Invicto no MMA com um cartel de 15 vitórias, Rakhmonov atropelou o ‘quase brasileiro’ Carlston Harris, e venceu por nocaute ainda no primeiro round. Foi a terceira luta do cazaque com as luvas do Ultimate. Seus triunfos anteriores foram sobre os brasileiros Michel Prazeres e Alex Cowboy.

Chidi Njokuani, veterano ex-Bellator, estreou no UFC aos 33 anos e não decepcionou. Contra o canadense Marc-André Barriault, o norte-americano foi impiedoso e com poucos segundos nocauteou o seu rival de forma incrível. Aos 33 anos, Njokuani possui um cartel de 21 triunfos e sete reveses no MMA.

PUBLICIDADE:

Julian Erosa e Steven Peterson fizeram por merecer os US$50 mil de bônus. Em duelo alucinante do começo ao fim, os dois atletas abriram o evento com chave de ouro e após 15 minutos intensos, Erosa saiu vitorioso, em decisão dividida dos juízes.

 

Podcast #69: Alex Poatan brilha e Adesanya sai vaiado no UFC 276