Treinador garante que Israel Adesanya vai tentar novamente o cinturão dos meio-pesados no futuro

Eugene Bareman nega qualquer arrependimento por derrota contra Jan Blachowicz em março de 2021

J. Blachowicz (esq.) derrotou I. Adesanya (dir.) no UFC 259. Foto: Reprodução/Instagram

Em março do ano passado, Israel Adesanya desafiou Jan Blachowicz pelo título dos meio-pesados (até 93 kg), na esperança de se tornar detentor de dois cinturões do UFC, mas acabou sofrendo a primeira derrota na carreira. O revés, no entanto, não foi o suficiente para acabar com a meta do nigeriano.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Durante participação no podcast “The MMA Hour”, do site “MMA Fighting”, Eugene Bareman, principal treinador de Israel Adesanya, garantiu que ele e seu pupilo não se arrependem da tentativa de conquistar o cinturão dos meio-pesados e que o nigeriano se tornou um lutador ainda melhor com a derrota para Blachowicz.

“Absolutamente não (nos arrependemos). Foi uma oportunidade que se apresentou. A única que coisa da qual eu me arrependeria, e sei que Israel também se arrependeria, seria se não tivéssemos aproveitado a oportunidade. Estaríamos sentados aqui agora imaginando o que poderia ter sido. No final das contas, qual era o benefício de não aceitar? Manter o cartel invicto? Quem liga para um cartel invicto? O maior benefício é que Israel é um lutador muito melhor por conta daquela derrota. Isso acontece, é uma coisa comum na luta. Israel foi capaz de dar a volta por cima daquela luta e se tornar bem melhor do que seria se tivesse lutado apenas contra Paulo Costa”, analisou o treinador.

PUBLICIDADE:

Apesar da primeira tentativa frustrada, Bareman garante que o objetivo segue vivo dentro de Israel Adesanya.

“Nós colocamos um objetivo e objetivos não desaparecem porque você falhou. Quantas vezes na história existiu um objetivo que ninguém alcançou de primeira? Acredito que o desejo de perseguir o título da divisão de cima ainda está no coração e na mente de Israel. Vamos tirar lições da primeira tentativa e usar como vantagem na segunda”, garantiu.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276