Deiveson confirma ter desistido de quarta luta com Moreno e cita racismo como fator principal; entenda

Campeão dos moscas fala com exclusividade ao SUPER LUTAS sobre relação com mexicano e evita gerar expectativa para novo embate

Depois de atuar em grande estilo e retomar o cinturão dos moscas (até 56,7kg.) na trilogia contra Brandon Moreno, Deiveson Figueiredo parece ter perdido a vontade de voltar a dividir o octógono com o mexicano. Menos de um mês após a conquista, o brasileiro falou com exclusividade ao canal no YouTube do SUPER LUTAS e desabafou sobre a relação com o rival, além de descartar uma quarta luta sob acusação de racismo.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em 22 de janeiro, no UFC 270, o ‘Deus da Guerra’ subiu pela terceira vez no octógono com o mexicano. Em 25 minutos de batalha, o paraense mostrou evolução e deixou o show com o triunfo na decisão unânime dos juízes.

Amigos? Nem pensar

Desde que foi derrotado por Brandon, em junho de 2021, Figueiredo fez questão de tornar pública sua insatisfação com o rival. Em um primeiro momento, Moreno se recusou a dar a revanche ao brasileiro e, a partir daquele momento, acabou o clima amistoso fora do octógono. Alguns poderiam imaginar que o UFC 270 marcaria o fim da rixa, mas Deiveson explica que não será assim.

PUBLICIDADE:

“A gente não tem relação. Na hora que soltar a gente dentro do octógono, a gente vai sair na porrada. É um cara que não me convence em nada. Deixe que ele curta a vibe dele e eu vou curtir a minha. É um cara que eu não gosto”, disse.

Ainda cabe quarta luta?

Quem acompanhou a entrevista de Deiveson, ainda no octógono após sua consagração, notou que o paraense se dispôs a ir ao México para realizar uma quarta luta, na ‘casa do rival’. Momentos depois, o tupiniquim confessou ter mudado de ideia e, agora, explica o que o fez desistir do duelo.

PUBLICIDADE:

“Eu falei dessa luta no México, mas sofri uns ataques racistas de alguns mexicanos, a minoria desses caras que não têm o que fazer. Estou tomando providências quanto a isso. Tenho prints, nomes. Depois que sofri esses ataques, simplesmente desisti de lutar contra Brandon Moreno. Prefiro escolher outro oponente para lutar”, encerrou Figueiredo, que esclareceu posteriormente que as acusações não são direcionadas a Brandon ou membros de sua equipe.

PUBLICIDADE:

No trono dos mocas, Figueiredo ainda não sabe quando retorna à ativa para defender seu cinturão. Na conversa, o brasileiro afirmou que pretende aproveitar a folga antes de voltar aos treinos.

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano