AO VIVO

Acompanhe a PFL 5 2022, com esquadrão brasileiro em ação

Mesmo derrotado por Adesanya no UFC 271, Whittaker destaca evolução e se diz empolgado para o futuro

Em revanche por cinturão dos médios, australiano afirma que acreditava ter vencido, mas aceita desfecho da luta principal

R. Whittaker entregou confronto equilibrado contra I. Adesanya no UFC 271. Foto: Reprodução/Instagram

Superado por Israel Adesanya no UFC 271, em revanche pelo cinturão dos médios (até 83,9kg.) realizada neste sábado (12), em Houston (EUA), Robert Whittaker não quer saber de lamentações. Em coletiva após o tropeço diante do campeão, o australiano mostrou espírito esportivo e comemorou a evidente evolução como atleta. O combatente, no entanto, revelou que, ao fim do confronto, decidido por pontos, pensava ter superado o rival.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Essa luta foi melhor do que a primeira, não é? Eu pensei que tinha feito o suficiente (para vencer). Acho que perdi o primeiro round, mas consegui me recompor. Eu devolvi cada soco. Estas coisas são assim mesmo”, disse o atleta.

Mesmo com o sonho de retomar o trono dos médios frustrado, Whittaker evita desculpas. O atleta, no entanto, destacou sua evolução e vê o futuro com bons olhos.

PUBLICIDADE:

“Vou evoluir um pouco mais, melhorar. Voltarei um homem melhor. (…) Tenho trabalhado para evoluir e vocês puderam ver isso na luta que acabei de fazer. Estou empolgado para o futuro”, encerrou.

Neste fim de semana, Whittaker subiu no octógono para reeditar um confronto realizado no UFC 243, quando acabou destronado por Israel em embate válido pela unificação do título. Na ocasião, o australiano acabou nocauteado no segundo round. No reencontro, no entanto, Robert foi capaz de levar perigo ao adversário e entregou um desafio equilibrado de cinco rounds.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano