Superado por Adesanya no UFC 271, Whittaker se rende ao talento do campeão: ‘Não vai perder para ninguém’

Batido em revanche pelo cinturão dos médios, australiano destaca alto nível do oponente e confirma superioridade do nigeriano na divisão

Foto: Reprodução/Instagram @ufc_brasil

Vítima de Israel Adesanya por duas vezes no Ultimate, Robert Whittaker se rendeu ao talento do adversário. Derrotado no UFC 271, realizado neste sábado (12), em Houston (EUA), em luta válida pelo cinturão dos médios (até 83,9kg.), o australiano reconhece a superioridade do rival. Questionado, após o show, sobre as chances de Jared Cannonier, em eventual desafio pelo trono, o ex-campeão foi categórico.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Adesanya não será derrotado por ninguém. Ele é bom, muito bom. Cannonier é duro, você pode ver nas suas lutas. Você tem que carregá-lo para fora do octógono para derrotá-lo. Mas Adesanya pode jogar por 25 minutos, é rápido, inteligente”, garantiu, em coletiva após o espetáculo.

Neste fim de semana, Whittaker pôde se testar contra Israel pela segunda vez na carreira. Ex-campeão da divisão, o australiano mostrou evolução do primeiro para o segundo confronto, mas, ainda assim, não conseguiu fazer o suficiente para vencer o nigeriano.

PUBLICIDADE:

Por 25 minutos, Robert entregou grande desafio a Adesanya. O atleta, por vezes, conseguiu levar o adversário para o chão, mas acabou frustrado pela resistência do oponente.

Ao fim de cinco rounds, Israel foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes. Com o resultado, o nigeriano chegou à quarta defesa de cinturão.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276