Irritado com postura, Chandler critica atuação de Adesanya contra Whittaker no UFC 271

'Iron' acredita que nigeriano lutou apenas como um 'sparring' e pede agressividade para as próximas lutas

M. Chandler é ex-campeão do Bellator. Foto: Reprodução/Instagram

A atuação de Israel Adesanya no UFC 271 segue dando o que falar. Apesar de conseguir manter o cinturão na revanche contra Robert Whittaker no último sábado (12), o nigeriano foi criticado pelo meio-médio (até 77kg.) Michael Chandler, que se irritou com sua passividade no combate.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Acredite em mim, eu amo Izzy (Israel Adesanya). Mas nós chegamos em um ponto onde um campeão dominante precisa apenas ficar em pé, desferir poucos golpes por round e ele não vai perder, a não ser que ele seja pego, e ele sempre vai ter a aprovação. Izzy foi bem pago em seu último contrato. Vá lutar, não queira fazer um sparring”, disparou Chandler, em seu ‘Twitter’ oficial.

E não para por aí. Segundo o norte-americano, Adesanya fez apenas uma luta protocolar, sem desenvolver a intensidade de seu jogo. Ele, inclusive, pede para que o norte-americano tenha ‘raiva’ em seu coração para mostrar o real valor no octógono.

PUBLICIDADE:

“Não estou defendendo a ‘trocação’ com ‘lutar taticamente’, tudo que estou tentando defender é um espírito de impor dominância contra o perigo. Não jogue na segurança. Busque mais chances. Eu não preciso que você ande para frente com imprudência, mas tenha um pouco de raiva no seu coração”, finalizou.

Adesanya, agora, conta com quatro defesas de cinturão nos médios (até 83,9kg.), atrás apenas de Anderson Silva. Em sua carreira, o nigeriano tem um retrospecto de 22 triunfos e apenas um revés – que aconteceu contra Jan Blachowicz na divisão dos meio-pesados (até 93kg.).

PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano