AO VIVO

Acompanhe o UFC 276, com disputas de cinturão e Alex Poatan

Com sobrenome de peso e perto de cinturão, Neiman Gracie analisa desafio no Bellator 274

Estrela brasileira no evento deste sábado, atleta fala com exclusividade ao SUPER LUTAS sobre confronto contra Logan Storley

Destaque brasileiro nos meio-médios (até 77kg.) do Bellator, Neiman Gracie pode se aproximar de um sonho neste fim de semana. Com nome de peso, o atleta enfrenta Logan Storley na luta principal deste sábado (19), em confronto que pode carimbar seu passaporte para uma disputa de cinturão. Antes do compromisso, o atleta falou com exclusividade ao SUPER LUTAS sobre a expectativa para o show.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Caso supere Storley neste fim de semana, Neiman, além de confirmar o bom momento na carreira, defenderá sua posição no ranking da categoria até 77kg. Hoje, o brasileiro é o quarto colocado.

Maior Gracie do MMA na atualidade?

Em posição de destaque na divisão liderada por Yaroslav Amosov, o brasileiro entende que, em qualquer apresentação, defende a história de uma família de lutadores. O atleta, então, é direto ao responder se, hoje, é o maior representante dos Gracie no MMA.

PUBLICIDADE:

“Hoje em dia, sim. Acabei me tornando. Quando eu comecei, ainda não era. Foi acontecendo aos poucos. Acho legal, maneiro. Sempre quis lutar e poder representar minha família. Se posso representar em um grande palco, é uma enorme satisfação”, explicou.

Nocaute ou finalização?

Com o ‘jiu-jitsu nas veias’, Gracie surpreendeu em sua última apresentação, quando atropelou Mark Lemminger de maneira rápida e categórica, em setembro de 2021. O desfecho brutal muito se dá pela parceria com o consagrado mestre, Rafael Cordeiro, líder da ‘Kings MMA’ e eterno ‘Chute Boxe’. Com ‘novas armas’ o brasileiro falou sobre a preferência entre finalizar ou atropelar um oponente.

PUBLICIDADE:

“O ‘plano A’ é sempre levar para o chão e tentar finalizar, mas não vou mentir que foi muito bom ganhar por nocaute em um minuto. Se você for ver, pode até ganhar em um minuto com o jiu-jitsu, mas vai dar uma trabalheira. (…) Nocaute é diferente. Acerta um soco, dá mais alguns e acabou. É menos trabalhoso. O jiu-jitsu é o ‘plano A’, mas estou cheio de armas para tentar outro nocaute no futuro e na próxima luta”, garantiu.

PUBLICIDADE:

Análise de Storley

No sábado, Neiman ficará frente a frente com um adversário temido por seu wrestling de excelência. Ciente dos perigos de encarar Logan, o brasileiro mostrou ter estudado o rival e analisou o embate.

“Eu não sei da parte dele, se ele vai tentar me derrubar ou não. Não interessa tanto. Eu foco mais em mim. Já lutei com muitos wrestlers na minha carreira. (…) A luta com esses caras acaba sendo um pouco de trocação, até o momento que a gente se embola no chão. Acho que vamos trocar e, depois, vamos nos embolar. A única diferença é que nessa ‘trocaçãozinha’ pode rolar uma surpresa e a luta acabar em pé. Me sinto com mais armas para terminar a luta em pé do que das outras vezes”, disse.

Em caso de vitória, cinturão

Na tentativa de avançar ainda mais nos meio-médios, Gracie não tem dúvidas sobre o futuro, caso supere Storley no Bellator 274. Se vencer de forma brilhante, o ‘ouro’ será inevitável.

“O próximo passo é o cinturão. (…) Ganhando essa luta, se ganhar bem, me gabarito para lutar pelo cinturão. Porém, como lutei com o (Jason) Jackson e ele me venceu, de maneira que não achei que ele me venceu, ele pode pegar essa próxima luta pelo cinturão. Se ele (Jackson) ganhar do Douglas Lima (em 13 de maio), eles podiam botar eu e Jackson e, quem ganhar, luta pelo cinturão na próxima. Se Douglas Lima vencer, eles podiam me colocar para lutar pelo cinturão direto”, encerrou.

Histórico dos atletas

Profissional no MMA desde 2013, Neiman Gracie se encaminha para sua 14ª apresentação na modalidade. Hoje, o combatente soma 11 vitórias e duas derrotas.

No esporte desde 2015, Logan Storley também atingirá a marca de 14 desafios. O norte-americano tem 12 triunfos e um revés.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276