Adesanya cita Anderson Silva e explica dificuldade para desenvolver jogo contra Whittaker

Campeão dos médios (até 83,9kg.), nigeriano diz que australiano esteve passivo no combate e, por isso, não expôs grandes brechas no UFC 271

I. Adesanya (foto) mantém cinturão dos médios no UFC 271. Foto: Reprodução/Instagram @ufc_brasil

Apontado como um dos principais nomes do Ultimate na atualidade, Israel Adesanya defendeu, pela quarta vez, o cinturão dos médios (até 83,9kg.) contra Robert Whittaker. O nigeriano, no entanto, recebeu críticas por sua passividade na revanche decidida nos pontos, em combate válido pelo UFC 271 do último sábado (12).

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em entrevista ao ‘The MMA Hour’, Adesanya foi questionado sobre o assunto e explicou que, à medida em que o tempo passa, seu jogo se torna ainda mais estudado e faz com que seus adversários entrem no octógono mais cautelosos com seu estilo de jogo. Ele, inclusive, citou atuações de Anderson Silva no passado para argumentar a teoria.

“Estou começando a cair nessa – não é uma armadilha, essa questão. Eu percebo que (Anderson) Silva também teve. No UFC 97, ele lutou contra Thales Leites e o derrotou, mas as pessoas ficaram tipo: ‘Ah, foi uma luta chata’. Thales não desenvolveu seu jogo, pois estava com medo de se envolver (no jogo). Pensamos que Robert (Whittaker) iria pressionar, mas ele estava apenas se afastando”, afirmou Adesanya.

PUBLICIDADE:

O campeão, no entanto, ressalta que se divertiu na luta, pois entende que Whittaker tenha representado um perigo real. Ele ainda o comparou com Marvin Vettori para dizer que não esteve entediado no embate.

“Eu me diverti, estive presente desde o primeiro round até o último. Minha última luta antes disso (contra Marvin Vettori), eu não estava. Fiquei entediado, porque pensei: ‘Esse cara não é uma ameaça para mim. Ele não representa nenhuma ameaça”, finalizou.

PUBLICIDADE:

Israel também manteve a invencibilidade na divisão dos médios (até 83,9kg.). Até o instante, são 22 triunfos e nenhum revés. Na carreira, o campeão foi derrotado apenas por Jan Blachowicz, na tentativa de conquistar o cinturão dos meio-pesados (até 93kg.).

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276