Bisping diz que Adesanya tem ‘longo caminho’ para superar Anderson Silva como maior peso médio da história

Ex-campeão da divisão, o britânico acredita que o nigeriano ainda não está perto de alcançar Spider

A. Silva (esq.) e I. Adesanya (dir.) se enfrentaram em 2019. Foto: Reprodução/Facebook ufcbrasil

A recente defesa de cinturão de Israel Adesanya com vitória sobre Robert Whittaker deixou mais uma vez em evidência a discussão sobre o lugar ocupado pelo nigeriano na história da divisão dos médios (até 83,9 kg). Para Michael Bisping, ex-campeão da categoria, esse local ainda é consideravelmente abaixo do ocupado por Anderson Silva.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Membro do Hall da Fama do UFC, Michael Bisping afirmou, em seu canal no Youtube, não acreditar que exista um debate realístico entre Anderson Silva e Israel Adesanya para o posto de maior peso médio de todos os tempos.

“Eu vou jogar aqui: Anderson Silva é o maior peso médio de todos os tempos. Isso não é uma provocação a Israel Adesanya, vamos lá. Israel chegou ao UFC e quis alcançar grandes coisas desde o primeiro dia. Sempre se comparou aos outros, quis bater recordes, quis chegar ao título rapidamente, quer ter o maior número de defesas e ser lembrado como uma lenda absoluta. E ele vai fazer isso, porque ele é uma lenda. Ele é o cara. Está no topo do esporte no momento. Mas Anderson Silva fez mais. É simples assim”, afirmou.

PUBLICIDADE:

Bisping alega que, além do número de defesas de cinturão de Anderson Silva ser bem maior (onze contra quatro), o arsenal de Anderson Silva e a maneira como ele defendia os títulos também tem peso em sua opinião.

“Adesanya tem quatro defesas de cinturão, subiu para enfrentar Jan Blachowicz pelo título dos meio-pesados e não conseguiu cumprir a missão. Não há vergonha nisso. Mas quando você olha os dois e compara o tempo médio de luta, o de Anderson é bem menor. Anderson era uma ameaça mais variada, tinha grandes finalizações. Só conseguiu duas no UFC, mas ainda assim está bom. Ele era muito dinâmico”, elogiou o britânico.

PUBLICIDADE:

Um dos argumentos utilizados por quem defende Adesanya como maior peso médio de todos os tempos, como por exemplo Chael Sonnen, é o confronto direto do nigeriano com o Spider, realizado em fevereiro de 2019 e que teve como resultado vitória do atual campeão. Para Bisping, no entanto, é necessário levar em consideração a idade avançada de Anderson Silva na ocasião.

PUBLICIDADE:

“Eu sei que muita gente pode alegar que eles já se enfrentaram e Israel Adesanya venceu. Bom, ele realmente venceu, mas Anderson tinha 43 anos. Foi uma luta competitiva e Izzy venceu de forma clara e justa, mas ainda assim, Anderson não estava no auge e precisamos lembrar isso”, disse Bisping.

Por fim, Michael Bisping rasgou elogios a Israel Adesanya e afirmou acreditar que o nigeriano tem capacidade para um dia se tornar o maior de todos os tempos, mas precisa percorrer um longo caminho para tal.

“Izzy é fantástico. Izzy é ótimo. Izzy é o campeão mundial dos médios. Mas Izzy é o GOAT (maior de todos os tempos) da divisão dos médios? Não, ele não é. Ele pode ser um dia, mas tem um longo caminho pela frente”, finalizou.

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano