AO VIVO

Acompanhe a PFL 5 2022, com esquadrão brasileiro em ação

Jim Miller estraga estreia de Nikolas Motta e atropela brasileiro com duro nocaute no UFC Las Vegas 48

Brasileiro é vítima da agressividade do veterano, que confirma boa fase e soma segundo triunfo seguido na via rápida

J. Miller (esq.) derrotou N. Motta (dir.) no UFC Las Vegas 48. Foto: Divulgação/UFC

Promessa brasileira no peso leve (até 70,3kg.) do Ultimate, Nikolas Motta não teve a estreia dos sonhos na companhia. Adversário de Jim Miller no UFC Las Vegas 48, realizado neste sábado (19), o mineiro não conseguiu se soltar e acabou sendo vítima da agressividade do norte-americano. Após um primeiro assalto equilibrado, o tupiniquim acabou amargando um duro nocaute, na segunda etapa.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Com a derrota, Nikolas Motta atingiu a marca de quatro tropeços na carreira. O revés também interrompeu uma sequência de três vitórias consecutivas no cartel do mineiro.

Aos 38 anos, o recordista de lutas no Ultimate, com 39 apresentações, voltou a fazer bonito no octógono. O atropelo sobre Motta marcou o segundo triunfo consecutivo do veterano na via rápida.

PUBLICIDADE:

Após o show, Jim fez um pedido especial à diretoria do UFC. Para sua apresentação de número 40, o norte-americano pediu que o confronto aconteça em uma arena lotada, para sentir a energia do públic.

A luta

A luta começou com Miller tentando encurtar a distância com jabs. Motta passou a responder na mesma moeda. Passado pouco mais de um minuto, Nikolas desequilibrou o veterano com um direto de encontro, que explodiu no rosto do norte-americano. Na metade do combate, foi a vez de Miller balançar o brasileiro, com um chute baixo. Perto do minuto final, Nikolas surpreendeu o oponente com uma combinação de socos. O veterano, no entanto, absorvia bem os ataques e seguia caminhando para frente. O norte-americano apostava nos chutes baixos e, no decorrer do combate era possível notar a vermelhidão na perna do mineiro. O assalto acabou com os atletas se estudando no centro do octógono.

PUBLICIDADE:

No segundo round, o brasileiro tomou a iniciativa, lançando diretos na longa distância. Miller respondia com chutes baixos, que incomodavam o tupiniquim. Quase na metade da etapa, Jim surpreendeu o brasileiro com um direto, que fez o mineiro desabar. Aproveitando o bom momento, restou ao norte-americano seguir golpeando até a interrupção do árbitro.

PUBLICIDADE:

Daukaus finaliza Pickett no segundo final do primeiro round

K. Daukaus encaixa triângulo de mão em J. Pickett. Foto: Reprodução/Instagram

Às no jiu-jitsu, Kyle Daukaus colocou a ‘arte suave’ para jogo no UFC Las Vegas 48. Adversário de Jamie Pickett na luta co-principal do show, o combatente encontrou a vitória de forma marcante, restando apenas um segundo para o fim do primeiro round. O triunfo veio em seu melhor estilo, finalizando o oponente, desta vez, com um triângulo de mão.

Com a vitória, Daukaus respira aliviado na companhia. O combatente não vencia há dois compromissos e retorna ao caminho dos resultados positivos.

Finalizado no evento, Pickett teve uma sequência de dois triunfos interrompida. O atleta não perdia um embate desde maior de 2021, quando foi superado por Jordan Wright.

Porter bate Baudot em luta morna e complica rival

P. Porter derrotou A. Baudot no UFC Las Vegas 48. Foto: Reprodução/Instagram

Mesmo sem dar show, Parker Porter conseguiu confirmar o bom momento no peso pesado (até 120,2kg.) do UFC. Adversário de Alan Baudot no card principal, o norte-americano teve atuação discreta, mas fez o suficiente para superar o adversário. Ao fim de 15 minutos de embate, o ‘gigante’ foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes.

Com o triunfo, Porter chegou ao terceiro resultado positivo em sequência. O último tropeço do norte-americano aconteceu em agosto de 2020, quando foi nocauteado por Chris Daukaus.

Batido nos pontos, Baudot acabou se complicando na companhia. O atleta segue sem vencer na organização, após três compromissos. A derrota pode fazer com que Alan seja inserido na temida lista de dispensa da companhia.

Resultados do UFC Las Vegas 48

CARD PRINCIPAL

Peso meio-pesado (até 93kg.): Jamahal Hill derrotou Johnny Walker por nocaute a 2m55s do R1

Peso casado (até 88kg.): Kyle Daukaus finalizou Jamie Pickett com um triângulo de mão a 4m59s do R1

Peso pesado (até 120,2kg.): Parker Porter derrotou Alan Baudot na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Jim Miller derrotou Nikolas Motta por nocaute técnico a 1m58s do R2

Peso médio (até 83,9kg.): Joaquin Buckley derrotou Abdul Razak Alhassan na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Peso pena (até 65,7kg.): David Onama derrotou Gabriel Benitez por nocaute a 4m24s do R1

Peso galo (até 61,2kg.): Stephanie Egger finalizou Jessica-Rose Clark com uma chave de braço a 3m34s do R1

Peso pena (até 65,7kg.): Chas Skelly derrotou Mark Striegl por nocaute técnico a 2m01s do R1

Peso palha (até 52,1kg.): Glorinha de Paula derrotou Diana Belbita na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo (até 61,2kg.): Chad Anheliger derrotou Jesse Strader por nocaute técnico a 3m33s do R3

Peso pena (até 65,7kg.): Jonathan Pearce derrotou Christian Rodriguez na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Peso galo (até 61,2kg.): Mario Bautista derrotou Jay Perrin na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-26)

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano