Acusado de violência doméstica, Jones confirma fim de relação com noiva: ‘Me sinto um mer**’

Lenda do MMA revela rompimento com Jessie Moses, com quem tem três filhas; em 2021, atleta foi preso por agressão à companheira

J. Jones (foto) foi preso em setembro, acusado de violência doméstica. (Foto: Reprodução/Instagram @jonnybones)

Longe dos holofotes do MMA desde fevereiro de 2020, Jon Jones segue passando por momentos conturbados em sua vida particular. Preso em 2021, acusado de violência doméstica contra a noiva Jessie Moses, o ex-campeão do UFC confirmou o fim do relacionamento com a mãe de suas três filhas. A revelação foi feita em resposta a um fã no Twitter.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Minha noiva me abandonou há cerca de dois meses. Hoje, ela confirmou que não tem volta. Se você é uma pessoa que não gosta de Jon Jones, faça um brinde. Me sinto um mer**”, escreveu o atleta, em trecho divulgado pelo ‘BJPenn.com’.

A última grande polêmica envolvendo Jon aconteceu no fim setembro de 2021. Na ocasião, a lenda dos meio-pesados (até 93kg.) no MMA estava em Las Vegas (EUA) para receber uma homenagem do Ultimate.

PUBLICIDADE:

Momentos depois de entrar para o ‘Hall da Fama’ da empresa, por seu confronto histórico contra Alexander Gustafsson, o lutador acabou provocando problemas em um hotel. Na sequência, veio à tona a acusação de que o atleta teria agredido Moses, o que resultou na detenção do ex-campeão do UFC.

Meses após a acusação, a queixa contra ‘Bones’ foi retirada e o combatente, mais uma vez, se livrou de uma punição mais severa.

PUBLICIDADE:

Dentro do MMA, Jones segue em preparação para sua estreia nos pesados (até 120,2kg.) do Ultimate. Recentemente, o lutador chegou a desafiar Stipe Miocic para um embate. A volta de Jon ao MMA, depois de mais de dois anos de inatividade, ainda não tem data confirmada.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276