Ex-desafiante do UFC, Thiago Pitbull revela torcida por Masvidal no duelo contra Covington

Atualmente atuando como treinador da American Top Team, o brasileiro não escondeu para quem torcerá no duelo e saiu em defesa do seu parceiro de academia

J. Masvidal e C. Covington se enfrentam no UFC 272. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Ex-desafiante do UFC e atualmente técnico na academia American Top Team, o brasileiro Thiago Pitbull revelou a sua torcida no aguardado confronto entre Jorge Masvidal e Colby Covington. Em entrevista ao ‘MMA Junkie’, o ex-atleta assumiu que torcerá pelo ‘Gamebred’ e comentou sobre a antiga amizade entre os dois lutadores.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Estando no American Top Team por tanto tempo, eu vi tudo acontecer. Quando Colby veio até nós, ele veio direto da faculdade. Ele não tinha experiência no MMA e nós praticamente colocamos Colby onde ele está agora, tirando as duas últimas lutas onde ele já estava treinando em outra academia (MMA Masters). E (Jorge) Masvidal era seu principal parceiro de treinamento de certa forma. Eles se ajudavam muito”, disse Pitbull.

O brasileiro contou sobre a ajuda que Masvidal deu no início da carreira de Colby e assumiu que torcerá por Jorge no confronto, por ele ainda pertencer a American Top Team.

PUBLICIDADE:

“Masvidal ajudou Colby a desenvolver a sua luta em pé. Colby ajudou Masvidal a melhorar sua luta. E um ponto, eu não sei o que aconteceu, eu não sei os detalhes, mas eles costumavam se enfrentar em duelos muito apertados (nos treinamentos) e então algo aconteceu que eles tiveram que ir em suas próprias direções. Mas vai ser uma luta incrível. Estou animado para ver esses dois caras. Eu sou ATT para a vida toda, então eu definitivamente estou torcendo por Masvidal. Esse é o meu menino, esse é o meu cão, então eu estou super animado para ver isso”, finalizou o brasileiro.

Antigos amigos e parceiros de treinos, Jorge Masvidal e Colby Covington irão se enfrentar na luta principal do UFC 272, previsto para o dia 5 de março. A rivalidade entre os dois atletas é tão grande, que a organização quebrou uma costumeira ‘tradição’ de encabeçar eventos numerados com duelos que valem disputas de cinturão.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276