Primo de Khabib, Umar Nurmagomedov não toma conhecimento de oponente no UFC 272 e se mantém invicto

O russo de 26 anos finalizou o experiente Brian Kelleher no card preliminar do evento e conquistou a 14ª vitória no cartel invicto

U. Nurmagomedov finalizou B. Kelleher no UFC 272 (Foto: Instagram/UFC)

Umar Nurmagomedov mostrou no UFC 272 que o talento que fez seu primo Khabib um dos maiores nomes da história do UFC também corre em suas veias. Na quarta luta do card, o russo de 26 anos não tomou conhecimento do experiente Brian Kelleher e saiu com a vitória por finalização ainda no primeiro round.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Com o resultado favorável em sua segunda luta no octógono do UFC, Umar Nurmagomedov se manteve invicto no MMA profissional com 14 vitórias, sendo oito delas por finalização.

Do outro lado, Brian Kelleher não conseguiu dar continuidade à sequência de vitórias que durava duas lutas. O veterano tem agora oito triunfos e seis derrotas no Ultimate.

PUBLICIDADE:

A LUTA

Nos instantes inicias da luta, Brian Kelleher buscou controlar o centro do octógono e encurtar a distância com combinações, mas foi afastado por chutes de Umar Nurmagomedov, que o mantinham distante do oponente. Especialista em sambo, o primo de Khabib não demorou para conseguir levar a luta para o clinch. Confortável na luta agarrada, o russo teve facilidade para fazer a transição, pegar as costas do norte-americano, encaixar o mata-leão e sair com a vitória por finalização.

Tim Elliott resiste a pressão no final da luta e bate Tagir Ulanbekov por decisão

T. Elliott derrotou T. Ulanbekov no UFC 272 (Foto: Instagram/UFC)

PUBLICIDADE:

Em duelo entre lutadores ranqueados no peso mosca (até 56,7 kg), Tim Elliot surpreendeu e derrotou o favorito Tagir Ulanbekov na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28). Melhor nos dois primeiros assaltos, o norte-americano precisou resistir a uma tentativa de finalização por mata-leão do russo no final do terceiro assalto para levar a vitória.

PUBLICIDADE:

Elliot, que entrou no octógono como décimo terceiro colocado na divisão, se recuperou da derrota para o brasileiro Matheus Nicolau, em outubro do ano passado. Ex-desafiante ao cinturão, o norte-americano de 35 anos tem agora três vitórias nas últimas quatro lutas.

Do outro lado, Tagir Ulanbekov perdeu pela primeira vez no octógono do UFC. Pupilo de Khabib Nurmagomedov, o russo, décimo quinto colocado no ranking dos moscas, tem agora duas vitórias e um revés no Ultimate.

Ludovit Klein supera Devonte Smith na decisão dividida dos juízes

L. Klein derrotou D. Smith no UFC 272 (Foto: Instagram/UFC)

Na segunda luta da noite, válida pela divisão dos leves (até 70,3 kg), Ludovit Klein derrotou Devonte Smith na decisão dividida dos juízes (28-29, 29-28, 30-27). Fazendo bom uso das combinações e controlando a luta no clinch quando necessário, o eslovaco neutralizou o jogo do norte-americano e fez o suficiente para sair com a vitória ao fim dos três rounds.

Com o resultado, Ludovit Klein respira aliviado no Ultimate. O eslovaco, que aceitou a luta de última hora, vinha de duas derrotas consecutivas e tem agora duas vitórias na organização.

Do outro lado, Devonte Smith sofreu a segunda derrota seguida no octógono do UFC. Contratado através da segunda temporada do Contender Series, em 2018, o norte-americano tem agora três vitórias e três reveses na organização.

Dustin Jacoby supera Michal Oleksiejczuk na abertura do card

D. Jacoby superou M. Oleksiejczuk no UFC 272 (Foto: Instagram/UFC)

Na primeira luta do UFC 272, Dustin Jacoby superou Michal Oleksiejcuk na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28) em duelo válido pela divisão dos meio-pesados (até 93 kg). Após primeiro round equilibrado, o norte-americano chegou perto de definir o combate no segundo assalto, mas só conseguiu a vitória após o final dos 15 minutos.

Com a vitória sobre Oleksiejcuk, Dustin Jacoby segue invicto em sua segunda passagem no UFC. O kickboxer tem agora cinco triunfos e um empate em sua atual trajetória no octógono e não é derrotado desde janeiro de 2015, quando atuava pelo Bellator.

Michal Oleksiejcuk, por outro lado, viu encerrada a sequência de duas vitórias no Ultimate. O polonês de 27 anos tem agora quatro triunfos, três derrotas e uma luta sem resultado na organização.

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano